PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Tite cita lição aprendida na Copa de 2018 e reclama de pênalti em Jesus

Tite, treinador da Seleção Brasileira em entrevista ao Seleção Sportv - Reprodução
Tite, treinador da Seleção Brasileira em entrevista ao Seleção Sportv Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

15/12/2020 13h53

O técnico da Seleção Brasileira, Tite, foi o convidado de hoje do 'Seleção Sportv'. O treinador abordou diferentes temas como carreira, Corinthians e a preparação para Copa do Mundo.

Questionado sobre as lições que a derrota para Bélgica na última Copa do Mundo deixaram, Tite afirmou que em jogos de caráter eliminatório não se pode desperdiçar oportunidades.

"Jogo único tem que ser efetivo. Oportunidades criadas, transforme-as em gol, se não vai sofrer", disse o treinador.

Tite ainda lembrou de uma visita ao Instituto Flavio Canto, ex-judoca e apresentador, e disse que uma mensagem o marcou.

"Um dia em visita ao Flavio Canto, ele disse que o Instituto dele ensina a perder. Aquilo me chocou. E talvez eu tenha aprendido que perder com dignidade também faça parte do jogo. A vida não é só vitórias. Não é só sucesso. Isso é bonito para um currículo todo. Na minha carreira eu tive uma série de insucessos. A vida é feita disso também".

VAR e pênalti não marcado contra Bélgica

O treinador da Seleção Brasileira também opinou sobre a utilização do árbitro de vídeo e disse que o Brasil foi prejudicado pela arbitragem na eliminação da Copa do Mundo de 2018.

"O VAR tem como ideia correta, mas ainda há espaço para melhoria e interpretação. Me parece que existe a necessidade de criar uma central única com um coordenador geral para que possa haver essa melhoria na execução. O pênalti em cima do Gabriel Jesus contra a Bélgica, que não marcaram, foi um dos três erros que a Fifa reconheceu. Mas eu não peguei essa bengala e fiquei justificando a derrota por conta disso. Pelo contrário, enfrentei de frente as críticas pela derrota. Mas hoje falo, errou. Foi pênalti. Demorei dois anos para falar isso", finalizou.

A Seleção Brasileira volta a se reencontrar apenas em março de 2021 para os próximos compromissos das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.

UOL Esporte vê TV