PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Band negocia renovação com NBA e tenta fechar pacote com mais jogos em 2021

LeBron James no jogo seis das finais da NBA 2020/2021 - Divulgação/NBA
LeBron James no jogo seis das finais da NBA 2020/2021 Imagem: Divulgação/NBA

Gabriel Vaquer

Do UOL, em Aracaju

06/12/2020 04h00

A Band está em negociações em bom patamar com a NBA para tentar renovar o acordo de transmissão com a principal liga de basquete do mundo e exibir a temporada 2020/2021, que começa em 22 de dezembro deste ano. O antigo contrato, que era válido por uma temporada, foi finalizado após o título do Los Angeles Lakers na bolha da Disney. A principal missão nessa conversa é aumentar o pacote de jogos, e incluir partidas do playoffs de conferência, algo que não foi adquirido na temporada que se passou.

Segundo apurou a reportagem do UOL Esporte, as conversas animam bastante e existem boas chances do contrato ser assinado. Além de ter uma grande procura comercial, o que é muito importante em tempos atuais, a NBA rendeu números interessantes de audiência e repercussão para a Band.

Por causa disto, a emissora paulista quer aumentar o número de jogos que transmitirá, até para reforçar o projeto de "canal do esporte", que reviveu neste segundo semestre. A NBA também seria a manutenção de um evento de basquete, já que no ano passado, a Band perdeu os direitos do NBB (Novo Basquete Brasil).

Em 2019/2020, o contrato de transmissão da temporada 2019/2020 da NBA com a Band previa a exibição de um total de 48 jogos, distribuídos entre a temporada regular e as finais da liga. Deste modo, as outras fases dos playoffs ficaram restritas às exibições de ESPN e SporTV na televisão brasileira. A ideia é exibir esses jogos também, nas noites de quinta-feira e domingo.

Ainda não se tem uma projeção de quantos jogos a Band quer fazer na temporada 2020/2021. Para a NBA, também importante manter a janela de exibição na Band, como parte do projeto de expansão da marca no Brasil, por melhores audiências que os canais esportivos em TV fechada consigam alcançar.

O contrato entre Band e NBA marcou o retorno da liga às transmissões ao vivo em TV aberta brasileira depois de 15 anos. A última exibidora havia sido a RedeTV!, em 2004. Em 2017, a Globo passou na madrugada um compacto de 15 minutos de uma partida da final entre Golden State Warriors e Cleveland Cavaliers, vencida pela franquia da Califórnia.

A NBA até tentou ter uma final exibida pela Globo, mas os horários de jogos, que confrontam com com a linha de shows e com novelas da emissora, pesaram contra. No fim do ano passado, procurando uma opção, a liga viu a Band entrar no radar.

UOL Esporte vê TV