PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

'Maradona é nosso herói de chuteiras', diz Arnaldo Ribeiro

Colaboração para o UOL, em São Paulo

25/11/2020 14h18

Ao saber da morte de Maradona, o comentarista do Grupo Globo, Arnaldo Ribeiro afirmou que faz parte da 'geração Maradona', dizendo ainda que o craque argentino foi seu herói de chuteiras. O jogador ressaltou o talento do ex-meia, dizendo que ele demonstrou sua habilidade em um tempo diferente do futebol.

"Para nós, geração pós-Pelé, esse foi o cara. Mesmo sendo argentino. Se o Pelé é o maior jogador, ele é o maior personagem. Pelo campo e extracampo. Conseguimos vê-lo muito bem. Transmissões ao vivo e em cores. Tinha o Napoli, o envolvimento com país e seleção e, em campo, uma genialidade absurda em uma época em que o futebol era mais violento, cruel, e ele jogou de forma esplendorosa. Um talento absurdo. Não conseguimos dimensionar. Nós somos a geração Maradona. É nosso herói de chuteiras", disse Arnaldo, no Seleção SporTV.

Sérgio Xavier Filho entende que como personagem do futebol, Maradona pode ser considerado até mesmo maior que Pelé. Na opinião do comentarista, o craque argentino aliava o talento dentro de campo à 'capacidade' de causar polêmicas fora dele.

"Nessa combinação, acho que a gente nunca teve nada parecido. O maior jogador de todos os tempos é o Pelé, mas esse binômio jogador mais personagem, mais polemista, só o Maradona. Nessa combinação ele foi o maior de todos os tempos. Eu não tenho dúvida. O Pelé em campo foi incrível, mas não gerava tanta polêmica o tempo todo. O Maradona fez tudo isso. Ao mesmo tempo, pode ter certeza que a maioria dos órgãos de mídia argentinos já devia ter a biografia do Maradona pronta. Foi um ser humano que sempre andou na corda bamba: exageros, vícios, falta de cuidado. Mesmo antes de parar, ele já era um personagem de risco. Ele acabou de fazer 60 anos. É muito triste", lamentou.

Maradona morreu hoje de manhã após sofrer uma parada cardiorrespiratória. ele estava em sua casa, em Tigre.

UOL Esporte vê TV