PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Júnior: 'Fica a dúvida sobre o que Maradona seria se fosse mais regrado'

Colaboração para o UOL, em São Paulo

25/11/2020 15h15

Comentarista do Grupo Globo, Júnior lamentou a morte de Maradona, se disse sem chão e 'pego de surpresa' com a notícia. O ídolo do Flamengo ainda ponderou que o craque argentino poderia ser ainda maior se levasse uma vida mais regrada.

"Estamos sem chão. A gente inclusive achava que esse problema seria superado. São essas surpresas da vida. Para quem teve a chance de conviver com ele, como eu tive, na Itália, qualquer outra coisa que se diga a respeito do Maradona, fica sempre uma dúvida sobre o que ele teria sido se tivesse levado uma vida mais regrada. Ele transformou uma equipe pequena, como era o Napoli, sem muitas ambições, em um dos maiores clubes da Europa. O time chegou no topo, vencendo o Campeonato Italiano e competição europeia. (...) Fica um vazio. A gente foi pego de surpresa por algo que não queríamos escutar, principalmente porque foi cedo. Ele tinha muita coisa para desfrutar", disse Júnior.

O ex-jogador ainda destacou a Copa do Mundo de 1986 como o grande momento da carreira de Maradona. Na opinião de Júnior, o craque argentino atingiu ali seu auge como jogador e como cidadão.

"O que a gente viu em 1986 foi um jogador maduro como homem, como jogador. Ele se divertia mais que qualquer outra coisa. E a gente viu que uma Copa do Mundo foi ganha por um jogador. A Argentina tinha grandes jogadores. Mas o que ele fez na Copa foi fruto de sua evolução como jogador e cidadão", completou.

Maradona morreu hoje, após uma parada cardiorrespiratória. Ele estava em sua casa, em Tigre, na Argentina.

UOL Esporte vê TV