PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Globo terá especial de Maradona hoje; TVs mudam programação após morte

Diego Maradona comemora gol contra a Rússia na Copa do Mundo de 1990  - Getty Images/Hulton Archive
Diego Maradona comemora gol contra a Rússia na Copa do Mundo de 1990 Imagem: Getty Images/Hulton Archive

Gabriel Vaquer

Do UOL, em Aracaju

25/11/2020 17h38

A Globo decidiu exibir nesta quarta-feira (25) um especial inédito sobre a vida e a obra no futebol de Diego Armando Maradona, que faleceu no início da tarde de hoje, aos 60 anos, após uma parada cardiorrespiratória. O ídolo de Boca Juniors, Napoli e Argentinos Juniors, considerado um dos maiores jogadores de todos os tempos, terá um programa de uma hora logo após a transmissão do Campeonato Brasileiro e do programa "Segue o Jogo", apresentado por Lucas Gutierrez. As TVs esportivas também mudaram a programação e dedicaram o dia a falar sobre Maradona e sua vida.

A informação do especial é confirmada pela Globo ao UOL Esporte. O programa começa por volta das 23h45, e terá imagens raras sobre a carreira do maior jogador argentino de todos os tempos. A grande Copa do Mundo de 1986, onde dizem quer Maradona ganhou o título sozinho para a Argentina, será bem detalhada. O especial também terá depoimentos de grandes estrelas do Esporte da emissora, como Galvão Bueno, Cléber Machado, entre outros nomes.

Também por causa da morte de Maradona, o Sportv também fez uma programação especial nesta quarta. O "Seleção Sportv" teve uma edição mais longa que o normal e contou com muitos depoimentos de ex-jogadores. Também foi providenciada uma edição especial do jornal "Sportv News", que foi apresentada por Igor Rodrigues e Paulo Vinícius Coelho, que mostraram reportagens e relembraram histórias da carreira do eterno dez da seleção argentina. O canal esportivo da Globo também entrou de luto, ao colocar uma faixa preta junto ao seu logotipo. O mesmo aconteceu com o BandSports, que junto a sua marca, colocou os dizeres "luto" para expressar sua dor pela perda de Maradona.

A ESPN Brasil também parou sua grade normal para falar do ídolo napolitano. A notícia foi confirmada por volta das 13h pelo apresentador Bruno Vicari que estava no ar comandando o programa "Bate Bola Debate". Na sequência, o "Futebol no Mundo" deu continuidade à cobertura da notícia que abalou todo o mundo do esporte nessa quarta-feira.

Às pressas, o canal esportivo da Disney organizou uma edição especial do "SportsCenter" a partir das 16h dedicada à homenagear o ídolo argentino. Bruno Vicari, Vitor Birner, Gian Oddi e Gustavo Zupak estiveram na atração que contou com entradas ao vivo de nomes como Muricy Ramalho, Silas e Djalminha, os dois últimos que integram o time de comentaristas da emissora.

Aproveitando de sua equipe multinacional, a ESPN contou com entradas ao vivo de repórteres da emissora diretamente de Buenos Aires, repercutindo as homenagens dos torcedores em diversos pontos da capital Argentina. Tradicional mesa redonda da emissora, o "Linha de Passe" está confirmado para às 23h25 desta quarta-feira repercutindo a rodada da Libertadores da América, bem como as partidas do Campeonato Brasileiro. Na sequência, à 1h, a ESPN Brasil exibe o especial "A Despedida de Maradona", programa que conta a trajetória do ex-jogador e sua última partida como jogador profissional, trazendo entrevistas de grandes nomes da história do futebol e contemporâneos de Maradona como Careca, Stoichkov e o ex-técnico da Seleção Argentina, César Luis Menotti.

Maradona faleceu hoje, aos 60 anos

Diego Maradona, um dos maiores jogadores de futebol de todos os tempos, morreu aos 60 anos, após sofrer uma parada cardiorrespiratória. Ele estava em sua casa, em Tigre, cidade vizinha de Buenos Aires. A informação foi confirmada pelo biógrafo e pelo advogado do jogador.

A saúde de Maradona já estava precária desde o início do mês, quando ele foi operado de um hematoma subdural e depois, por decisão familiar e médica, permaneceu hospitalizado devido a uma "baixa anímica, anemia e desidratação" e um quadro de abstinência devido ao vício em álcool e drogas.

Maradona passou mal pela manhã. Segundo a imprensa argentina, seis ambulâncias foram chamadas para atender o ex-jogador, mas os médicos não conseguiram salvá-lo. Após a divulgação da notícia da morte de Maradona, fãs foram para a porta do condomínio onde o ex-jogador morava.

O local do velório e do enterro de Maradona ainda não foi divulgado. Segundo a TV argentina C5N, o Boca Juniors trabalha para realizar o velório no estádio de La Bombonera.

Leia a íntegra do comunicado da Globo confirmando o especial sobre Maradona:

"Um gênio indomável. Craque reverenciado pelos momentos mágicos que proporcionou com a bola nos pés. Diego Armando Maradona era uma autêntica exposição da alma humana, com todas as suas belezas e defeitos. Um baixinho genioso, combativo, que não escondia suas fraquezas nem seu imenso amor por sua Argentina. O ex-jogador morreu nesta quarta-feira, dia 25, aos 60 anos, em decorrência de uma parada cardiorrespiratória. Em homenagem à lenda do esporte, a TV Globo exibe um especial sobre Maradona na noite de hoje, logo após o 'Segue o Jogo'.

Para muitos argentinos, Maradona extrapolava os limites do esporte. No especial, a TV Globo traz depoimentos de personalidades e revisita momentos históricos e polêmicos de El Pibe de Oro. Como sua participação na Copa de 1986, vencida pela Argentina, uma das mais fantásticas performances individuais de uma edição de Mundial.

Uma justa homenagem a quem transformou a bola em um pincel e deixou seus traços por todos os cantos do mundo. Um artista intenso e explosivo, que saboreou a vida como um tango, com seus altos e baixos, transitando de forma nada peculiar entre dramas e paixões"

UOL Esporte vê TV