PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Fábio Costa analisa golaço que sofreu de Ronaldo: 'Muito diferenciado'

Ronaldo celebra gol em Fábio Costa, Santos x Corinthians, em 2009 - Folha Imagem
Ronaldo celebra gol em Fábio Costa, Santos x Corinthians, em 2009 Imagem: Folha Imagem

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/11/2020 11h58

Um golaço de cavadinha marcado por Ronaldo, então no Corinthians, sobre o Santos, marcou o primeiro jogo da decisão do Campeonato Paulista de 2009, vencido por 3 a 1 pelo time da capital do estado. O goleiro do time da Vila Belmiro era Fábio Costa, que entende não ter culpa no lance. Para o ex-jogador, o mérito é todo do Fenômeno.

"Na verdade é difícil falar... Vamos analisar o lance: quantos jogadores teriam a percepção de dar um drible como ele deu e fazer uma cavadinha? Realmente era um cara muito diferenciado, o apelido Fenômeno já diz isso. Logicamente a gente não gostaria de ter tomado o gol, mas não vejo nenhum demérito isso", explicou em entrevista ao Resenha ESPN, que vai ao ar na madrugada de amanhã, às 0h30.

"As pessoas conseguem falar 'Ah, o Fábio estava muito pra frente, falhou!'. Fui eu que falhei ou ele que foi muito inteligente?", continuou.

O ex-jogador ainda disse que, apesar da derrota na final - o segundo jogo terminou empatado em 1 a 1, confirmando o título do Corinthians -, foi uma honra participar daquela competição, ao lado de Ronaldo.

"Para todos aqueles que estavam em campo, ter a honra de jogar com um cara que construiu seu nome no futebol como o Ronaldo construiu, e ele nos dar a oportunidade de, mesmo não estando 100% fisicamente, fazer o que ele fez, mostra a qualidade do profissional e individual dele", completou.

UOL Esporte vê TV