PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Ambev deixa futebol da Globo; patrocinadora do Corinthians também pode sair

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em Aracaju

12/11/2020 18h53

A Ambev, uma das maiores empresas de bebidas do planeta, vai deixar de patrocinar o futebol da Globo em 2021 após 20 anos de parceria. A empresa confirmou ao UOL Esporte que busca "novas formas de falar com os seus consumidores". A reportagem apurou que os efeitos econômicos da pandemia fizeram a companhia alterar seus planos de comunicação.

Não é o único patrocinador que deve deixar a emissora carioca. A Hypera Pharma também avalia a parceria e pode deixar o grupo de apoiadores do futebol global. A empresa patrocina o Corinthians e, recentemente, fez a Globo mudar sua política e falar o nome de uma empresa no naming rights do estádio alvinegro -que passou a se chamar Neo Química Arena no início de setembro (Neo Química é uma das marcas da Hypera).

Na Globo, era esperada também a saída das Casas Bahia para o ano que vem, por conta da queda de vendas em meio à pandemia. Após conversas, a empresa de varejo decidiu continuar o patrocínio. Procurada oficialmente pelo UOL Esporte, a emissora se limitou a dizer que "não comenta informações estratégicas do negócio". A Hypera Pharma também disse que não iria falar sobre a situação.

Quatro empresas seguem

Além de Casas Bahia, Itaú, Vivo e General Motors renovaram ainda em outubro. Vão pagar R$ 311,7 milhões cada em 2021, cerca de R$ 4 milhões a mais em relação a 2020 — variação de 1,3 %. O faturamento total previsto do pacote publicitário do futebol da Globo em 2021 é de R$ 1,8 bilhão — fazendo o pacote do futebol da emissora seguir como o produto comercial mais valorizado da TV brasileira.

UOL Esporte vê TV