PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Mariana Ferrer: clubes e atletas pedem justiça após sentença

Corinthians publicou nas redes sociais a frase "estupro culposo não existe" - Reprodução/Twitter
Corinthians publicou nas redes sociais a frase "estupro culposo não existe" Imagem: Reprodução/Twitter

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/11/2020 18h13

O caso de Mariana Ferrer, que ficou entre os assuntos mais comentados das redes sociais mobilizou pessoas e clubes no meio do esporte. A repercussão veio após o site The Intercept Brasil publicar hoje uma reportagem mostrando que André Aranha, empresário acusado de estuprar a influenciadora em um beach club em Florianópolis (SC) no ano de 2018, foi inocentado. O promotor do caso falou em "estupro culposo", algo que não está descrito no Código Penal.

A reportagem do The Intercept Brasil também publicou um vídeo com um trecho da audiência, em que Mariana aparece sendo humilhada pelo advogado de defesa de Aranha, Cláudio Gastão da Rosa Filho, na presença do juiz Rudson Marcos.

A hashtag #justicapormariferrer rapidamente tomou as redes sociais, e chegou ao conhecimento de atletas e clubes, que se pronunciaram sobre o caso. O Vasco foi o primeiro a publicar, deixando o número 180, Central de Atendimento à Mulher, em destaque e escreveu: "Diga não à violência contra a mulher".

Esporte