PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Justiça marca audiência "final" de guerra Globo x Fifa por Copa do Mundo

Taça da Copa do Mundo da Fifa - Rodrigo Villalba/MemoryPress
Taça da Copa do Mundo da Fifa Imagem: Rodrigo Villalba/MemoryPress

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em Aracaju

27/10/2020 04h00

A Justiça do Rio de Janeiro marcou para o próximo dia 12 de novembro a audiência "final", em segunda instância, que vai decidir se a Globo continuará sem pagar uma parcela de 90 milhões de dólares (R$ 506 milhões na cotação atual) do contrato de direitos de transmissão de eventos organizados pela Fifa entre 2015 e 2022, que inclui a Copa do Mundo do Qatar. A decisão ainda poderá ser revertida no Superior Tribunal de Justiça (STJ), o que é pouco cogitado entre as partes, visto a urgência para a definição da retomada ou não dos pagamentos. Alegando efeitos causados pela pandemia do novo coronavírus, a Globo conseguiu suspender, com um mandado de segurança, o pagamento do valor previsto para junho. A Fifa disse que não foi avisada da medida pela Globo e tentou um medida cautelar para conseguir o cumprimento do acordo, mas a Justiça negou.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, acesse a coluna De Primeira.

UOL Esporte vê TV