PUBLICIDADE
Topo

Futebol

'Joga em mim que eu resolvo', Belletti recorda Ronaldinho no Barcelona

Belletti comemora após marcar o gol da vitória do Barcelona sobre o Arsenal pela Liga dos Campeões - Gabriel Bouys/AFP Photo
Belletti comemora após marcar o gol da vitória do Barcelona sobre o Arsenal pela Liga dos Campeões Imagem: Gabriel Bouys/AFP Photo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/10/2020 13h42

Pentacampeão mundial com a seleção brasileira em 2002, Belletti contou uma passagem curiosa de quando atuava no Barcelona com Ronaldinho Gaúcho. O ex-lateral afirmou que o 'bruxo' dizia aos seus companheiros de equipe para que tocassem a bola nele para que ele resolvesse o jogo.

Belletti também ressaltou a qualidade da defesa do Barcelona nos tempos em que atuou no time. O ex-jogador afirmou que o bom sistema defensivo era uma espécie de garantia para que Ronaldinho pudesse brilhar no ataque e resolver partidas como ele dizia.

"Ao mesmo tempo que o Ronaldinho dizia 'joga a bola em mim, que eu resolvo' antes do clássico com o Real Madrid, a gente falava pra ele que não precisava voltar para marcar. A gente cuidava lá atrás e confiava que ele resolveria na frente. Essa confiança da defesa também dava mais confiança para o Ronaldinho tentar as jogadas dele. Esse é o trabalho em equipe. Para ele usar o talento dele e ter confiança, ele tinha que saber que a defesa também tinha técnica", disse em entrevista à ESPN.com.br.

"Na dificuldade, a gente tocava nele. Com a qualidade que ele tinha, de ajeitar a bola, esperar contato, drible, ir para cima, fazer gols, tínhamos muita confiança nele", complementou.

O ex-jogador ainda contou como era o comportamento de Ronaldinho no vestiário, dizendo que o então camisa 10 do Barça também motivava os companheiros, mas fazia isso principalmente de maneira técnica. Belletti afirmou que os grandes líderes do grupo eram o goleiro Victor Valdés e os zagueiros Carles Puyol e Rafa Marquez.

"Normalmente, dentro do vestiário todo mundo fala um pouco, dá motivação. Até o Ronaldinho falava, incentivava os companheiros. A forma de liderar um time com grandes estrelas vai muito da capacidade técnica de uns e da capacidade de motivação de outros. Um time vencedor se faz da aliança dessas coisas. Nós tínhamos no Rafa Marquez, no Valdés e no Puyol a representação da marca do Barcelona e a garra, a disposição Por outro lado, tinha a liderança técnica do Ronaldinho. Nós sabíamos que ele ia decidir, que poderíamos contar com ele", acrescentou.

Revelado pelo Cruzeiro, Belletti jogou no Barcelona entre 2004 e 2007 e conquistou o Campeonato Espanhol em 2004-05 e 2005-06, a Supercopa da Espanha em 2005 e 2006, e a Liga dos Campeões da Europa em 2005-06, marcando o gol deste título.

Futebol