PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Zé Elias rebate Breiller sobre recusa de Ramírez e clima esquenta na ESPN

Zé Elias e Breiller discutem durante programa na ESPN  - Reprodução
Zé Elias e Breiller discutem durante programa na ESPN Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/10/2020 22h12

O debate esquentou no "Futebol Na Veia", da ESPN Brasil, de hoje. Os comentaristas Zé Elias e Breiller discordaram ao opinar sobre a atitude do técnico Miguel Ángel Ramírez, que recuou na negociação com o Palmeiras e optou por seguir no Independiente Del Valle (EQU).

Durante a conversa, Zé Elias se irritou e chegou a dizer que o colega "estava sendo irresponsável" ao considerar normal a postura de Ramírez nas tratativas com o clube brasileiro. As partes chegaram a acertar detalhes do contrato, mas o espanhol se recusou a deixar o Equador antes do fim da Libertadores.

Veja como foi a discussão:

Zé Elias: "Não dá pro Miguel Ángel Ramírez mandar a diretoria do Palmeiras pegar o avião e ir até lá para falar que não ia assumir o projeto. Desculpa, mas isso já tinha sido conversado, falado sobre reforços, já tinha sido conversado de tudo. O Palmeiras fez o que ele pediu. Quem agiu errado nessa negociação foi o Ramírez, a gente tem que falar isso. Se fosse um brasileiro que tivesse feito isso, a gente estaria caindo de pau em cima."

Breiller tentou expressar opinião contrária, mas foi interrompido pelo colega.

Zé Elias: "Isso é certo, Breiller? Você dá a palavra, primeiro fala que sim e depois diz que não, é certo?"

Breiller: "A gente tem a palavra de que ele [Ramírez] aceitou negociar, e não fechar um contrato", argumentou Breiller, contrariando o colega. "Deixa eu dar um exemplo agora: imagina o Rogério Ceni, que interessa a vários clubes. O cara não pode aceitar ou dar um aval só por duas ou três conversas por telefone. Uma sinalização não é garantia de contrato..."

Zé Elias, então, interrompeu novamente: "Ele [Ramírez] acertou tudo. Salário, prêmio e depois disse que só iria em dezembro. Tá bom pra você? Se você acerta salário e acerta prêmio, você não poder chegar depois e falar que não vai".

Breiller: "Eu acho que pode."

Zé Elias: "Como que pode, Breiller? Você está sendo irresponsável. Ah, desculpa, Breiller..."

Breiller: "O aceite econômico não vale tudo. Nesse caso, e não só do Miguel Ángel Ramírez, os clubes brasileiros têm que entender que é preciso algo mais. Não basta só fechar as bases econômicas e achar que o cara, que está empregado e tem um projeto... Eu concordo que o Palmeiras é muito maior que o Independiente Del Valle, mas pensando com a cabeça dele, o Miguel Ángel Ramírez não vai atingir o topo da carreira dele no Brasil. Ele pensa na Europa."

Zé Elias: "Então ele deveria ter falado desde o começo que não gostaria de receber proposta. Deveria ter sido honesto com o Palmeiras, e não acertado salário, premiação e mandado a diretoria do Palmeiras sentar lá com o Del Valle. Desculpa, Breiller, mas isso está errado. A gente tem que admitir que o cara errou, Breiller."

UOL Esporte vê TV