PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ciclistas se acidentam após helicóptero derrubar barreiras em corrida

Ciclistas se envolvem em acidente com barreiras que foram arremessadas por helicóptero no Giro d"Italia de 2020 - Reprodução
Ciclistas se envolvem em acidente com barreiras que foram arremessadas por helicóptero no Giro d'Italia de 2020 Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL, em São Paulo

06/10/2020 20h11

O ciclista italiano Luca Wackermann foi levado ao hospital depois que um helicóptero causou um acidente no Giro d'Italia de 2020 na tarde de hoje. O incidente aconteceu depois que barreiras foram arremessadas com a força do vento da aeronave. O piloto deixou a corrida com o nariz quebrado e suspeita de fratura nas costas, além de vários cortes e hematomas.

Segundo a chefe da equipe de Wackermann, Andrea Citracca, o helicóptero estava "voando muito baixo". O holandês Etienne van Empel também se envolveu no acidente, mas sem lesões graves.

"Wackermann foi mandado para o hospital, ele mal estava consciente", disse Citracca à TV italiana RAI2.

"O helicóptero estava voando muito baixo, o movimento do ar explodiu as barreiras. As barreiras não foram amarradas corretamente", acrescentou.

A queda dos ciclistas aconteceu a 800 metros do fim da etapa, que ia da província de Catânia até a comuna de Villafranca Tirrena.

O Giro d'Italia de 2020 teve início no dia 3 de outubro, em Monreale, e será encerrado no dia 25 de outubro, em Milão.

Esporte