PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ministro das Comunicações diz que MP da Lei do Mandante deve caducar

Fabio Faria afirmou que, diante de sua experiência no Congresso, acredita que medida deve tornar-se obsoleta em outubro - Flávio Soares/Flickr
Fabio Faria afirmou que, diante de sua experiência no Congresso, acredita que medida deve tornar-se obsoleta em outubro Imagem: Flávio Soares/Flickr

Do UOL, em São Paulo

29/09/2020 12h18

O ministro das Comunicações, Fábio Faria (PSD-RN), afirmou que "há grande chance" de a Lei do Mandante (Medida Provisória 984) caducar no Congresso - atualmente, a medida fica em vigor até o fim do mês que vem.

Em entrevista ao UOL conduzida pelos colunistas Carla Araújo e Mauricio Stycer, Faria ressaltou que o tema não é diretamente vinculado ao seu trabalho, mas que, "sabendo como funciona o Congresso", há uma sinalização no sentido de a lei tornar-se obsoleta.

"O secretário de esporte fica no ministério da Cidadania, do ministro Onyx. Se você olhar a MP, ela teve a assinatura do presidente e do ministro Onyx. Coincidentemente foi um dia após minha posse, só que ninguém elabora MP em 24 horas", iniciou.

"Acredito eu, sabendo como funciona o Congresso, que existe uma grande chance, sim, da medida caducar, porque quem é dono da pauta é o presidente Rodrigo Maia, ele que decide isso. E até agora ele não agendou. Nas entrevistas, pelo que tenho acompanhado, a sinalização é de que a medida provisória deve caducar", explicou o ministro.

Faria ainda afirmou que não enxerga o governo trabalhando "fortemente" em relação ao tema, citando que "o movimento em relação a isso está partindo mais dos clubes do que do poder executivo."

Esporte