PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Messi prometeu ficar sem Coca-Cola por seleção argentina, diz ex-agente

Lionel Messi fez promessa para atuar na seleção argentina - Luisa Gonzalez/Reuters
Lionel Messi fez promessa para atuar na seleção argentina Imagem: Luisa Gonzalez/Reuters

Colaboração para o UOL, em São Paulo

29/09/2020 15h59

O ex-agente de Messi, Fabio Soldini, revelou uma promessa inusitada feita pelo craque argentino durante a adolescência para poder realizar o sonho de atuar pela seleção de seu país: deixar de tomar Coca-Cola.

Em entrevista ao As, da Espanha, Soldini afirmou que os responsáveis pelas convocações para a seleção de base da Argentina não quiseram apostar na então promessa do Barcelona por não atuar contra equipes fortes nas categorias de base da Espanha.

"Quando ele tinha 15 anos, enviei alguns vídeos de Leo (Messi) para a seleção da Argentina. Entreguei ao Claudio Vivas, que naquele momento fazia parte da comissão para que entregasse ao pessoal do corpo técnico dos times de base da Argentina. E eu tive como resposta que ele era muito jovem e que praticamente não havia competido em bons campeonatos, em um local muito diferente da Argentina, onde se compete na base contra Boca, River ou até mesmo Independiente", afirmou.

"Na Espanha ele tem uma boa competição apenas quando atua contra os jogadores do Real Madrid. Todos os outros jogos são fáceis, acabam cinco ou seis a zero", foi o recado enviado por representantes da seleção argentina.

O ex-agente do craque diz que, naquela época, Messi amava os espanhóis e se sentia menosprezado porque não o chamavam de argentino, chegando inclusive a cogitar não atuar por seu país natal. Foi quando a promessa surgiu.

"Fizemos uma promessa de que não beberíamos mais Coca-Cola até que a seleção da Argentina nos chamasse. Ele gostava muito de Coca-Cola e isso ajudou na nutrição dele, já que a Coca-Cola não era permitida. Assim, conseguimos duas coisas de uma vez só: de um lado tiramos a Coca-Cola e do outro fizemos uma promessa em busca da seleção", conta.

O agente ainda afirma que sofreu mais que o jogador no período, já que entrou junto na promessa para incentivar o craque.

Soldini ainda afirmou que Messi poderia ter se dado muito bem na seleção espanhola. "Ele sempre quis jogar na Argentina, mas você pode imaginar o que seria se ele tivesse jogado na Espanha com a década de grandes jogadores que tiveram? Mamma mia!", finalizou.

Futebol