PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Casagrande defende Carol Solberg após nota de repúdio da CBV

Walter Casagrande Jr durante o programa Globo Esporte - Reprodução/TV Globo
Walter Casagrande Jr durante o programa Globo Esporte Imagem: Reprodução/TV Globo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/09/2020 14h55

Comentarista do Grupo Globo, Casagrande usou suas redes sociais para defender a atleta Carol Solberg — que faz dupla com Talita —, que gritou 'fora Bolsonaro' após a conquista de uma medalha de bronze no Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia e viu a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) repudiar publicamente sua atitude.

Em nome do movimento Esporte pela Democracia, Casão publicou em seu Twitter um texto em que defende o exercício do direito de expressão política da atleta ao falar contra o presidente nos microfones do SporTV, que transmitiu o jogo.

"Em seu legítimo direito de se expressar politicamente, a atleta Carol Solberg, do vôlei de praia, terminou entrevista ao Sportv com um 'Fora Bolsonaro!'. A CBV repudiou a manifestação e ameaçou com 'medidas cabíveis'", escreveu Casagrande.

O ex-jogador pontuou ainda que a CBV usou uma palavra racista - 'denegrir' - em sua nota de repúdio e sugeriu que a entidade permaneça em silêncio e respeite a liberdade de expressão dos atletas.

"E ainda usou, em sua nota, um inaceitável "denegrir", um termo racista que deve ser fortemente repudiado. Nós, do movimento Esporte pela Democracia, treplicamos aqui de maneira singela: a única medida cabível à CBV é seu silêncio em respeito à liberdade de expressão", complementou.

UOL Esporte vê TV