PUBLICIDADE
Topo

Por que Francês não vai passar na Netflix mesmo com acordo com a plataforma

Neymar durante o jogo amistoso entre Paris Saint Germain e Waasland Beveren - Xavier Laine/Getty Images
Neymar durante o jogo amistoso entre Paris Saint Germain e Waasland Beveren Imagem: Xavier Laine/Getty Images

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em Aracaju

30/07/2020 17h54

Nesta quinta-feira (30), o jornal L'Équipe noticiou um acordo entre a empresa espanhola Mediapro e a Netflix para a exibição do Campeonato Francês no país. Nesse acordo, a mais conhecida plataforma de streaming do mundo vai disponibilizar acesso ao conteúdo canal Telefoot, emissora que será lançada pela Mediapro na França em agosto e que transmitirá o campeonato.

Alguns sites internacionais informaram que a Netflix comprou os direitos do Campeonato Francês, mas não é bem assim. O Telefoot e a Netflix farão uma espécie de venda casada de seu conteúdo apenas para a França, pelo valor de 30 euros a assinatura anual - algo na casa dos R$ 183, na cotação do dia. Esse acordo valerá entre este ano e 2024.

Ou seja, quem adquirir esse pacote na França vai ter acesso a todo o catalogo da plataforma de streaming no país, além de conseguir assistir ao Telefoot ao vivo e on demand. E o canal ainda terá torneios fortes para exibir.

Além do Campeonato Francês da primeira e da segunda divisão, o Telefoot vai mostrar ligas como a Champions League, o mais importante torneio interclubes do mundo, e a Europa League, o segundo torneio mais importante da Europa, a partir da próxima temporada.

Outra atração desse canal esportivo será a Uefa Europa Conference League, o terceiro torneio de clubes da Europa, que começará a ser disputado na temporada 2021/2022, em disputa que oferecerá uma vaga na fase de grupos da Liga Europa, a partir de 2022/2023.

Ou seja, a Netflix não vai investir, pelo menos por enquanto, em eventos esportivos. O que acontece aqui é um acordo comercial da Mediapro com a plataforma, para aumentar a base de assinantes de um novo canal esportivo - estima-se que, com o acordo, o Telefoot comece a ir ao ar com uma base de 3,5 milhões de telespectadores na França.

Trazendo para a nossa realidade, o acordo da Netflix com a Mediapro é parecido com o que ocorre com operadoras de telefonia no Brasil, que oferecem uma assinatura da plataforma para clientes pós-pago mediante o pagamento mensal do valor - isso ocorre com clientes da Vivo e da TIM.

O acordo não valerá para outros países, e o Campeonato Francês segue na mão de outras empresas em outros países. No Brasil, tudo continuará igual por enquanto, com a plataforma de streaming DAZN exibindo a liga, com o contrato valendo até o fim da temporada 2020/2021.

UOL Esporte vê TV