PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Bolsonaro pressiona Congresso pela aprovação da MP do Mandante

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), durante sua live semanal, em Brasília - Reprodução/YouTube
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), durante sua live semanal, em Brasília Imagem: Reprodução/YouTube

Do UOL, em São Paulo

23/07/2020 21h03

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), usou parte de sua transmissão ao vivo de hoje para falar sobre a medida provisória 984, conhecida como MP do Mandante e MP do Flamengo. Ele pressionou o Congresso, pedindo que parlamentares não deixem a proposta "caducar".

"Essa MP dá liberdade aos times, que poderão negociar os direitos com qualquer TV que eles quiserem, ou outras mídias que desejarem. A MP também divide essa renda entre os atletas que entrarem em campo", disse. "A gente espera que o parlamento não deixe caducar".

A proposta permite que o clube mandante de cada partida venda os direitos de imagem da partida para emissoras de TV ou outros veículos. Além disso, 5% da renda arrecadada, segundo o texto, deverá ser dividida entre os atletas que entraram em campo.

O presidente disse também que 16 times da primeira divisão são favoráveis à medida, assim como "grande parte dos times da segunda divisão". São Paulo, Grêmio, Botafogo e Fluminense são contrários à aprovação da MP.

Os clubes discutem a maneira como a MP foi lançada, sem nenhuma participação dos clubes, com exceção do Flamengo, e sem conversa com as emissoras e outras empresas que são potenciais compradoras dos direitos de transmissão, tudo isso em meio à pandemia que paralisou os campeonatos.

Esporte