PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Bragantino pode exibir Timão, Bota e Flu na web se não fechar com Globo

Divulgação
Imagem: Divulgação

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em Aracaju

17/07/2020 04h00

Único clube do Campeonato Brasileiro de 2020 a não ter qualquer tipo de contrato com nenhuma TV, o Red Bull Bragantino poderá transmitir até oito partidas em seu canal no YouTube se não fechar um contrato com a Globo. O número se dá porque o prazo máximo da Medida Provisória 984, que faz os direitos de transmissão da partida ser do clube mandante, é até 18 de outubro.

Segundo a tabela atualizada divulgada do Campeonato Brasileiro pela CBF, nesse período em que a MP ficará valendo, o clube poderá exibir oito partidas em sua rede social oficial, entre esses confrontos contra Botafogo, Fluminense e Corinthians, alguns dos clubes que mais são parceiros da emissora carioca.

A primeira exibição seria já na segunda rodada, daqui a menos de um mês, no confronto entre o clube de Bragança Paulista contra o clube da Estrela Solitária, no dia 12 de agosto. Na quarta rodada, também em casa, o Bragantino enfrenta o Fluminense no dia 19 de agosto.

Já o jogo contra o Corinthians está previsto para acontecer no dia 3 de outubro. Também estão previstos jogos como mandante para o Red Bull contra o Palmeiras (5 de setembro), Coritiba (22 de agosto), Ceará (19 de setembro), Internacional (7 de outubro) e Sport (17 de outubro).

Poderia ser pior para a Globo. No dia 14 de outubro, por exemplo, o Flamengo vai receber o time do interior de São Paulo. O Red Bull Bragantino ainda trata com a emissora para negociar os seus direitos de transmissão, mas a conversa não evoluiu desde o início do ano por conta de discordarias que parecem ser difíceis de superar.

Além da questão do valor a ser pago para TV aberta, paga e pay-per-view, a Globo se recusa a citar o nome do patrocinador maior do Bragantino nas transmissões por uma política da empresa. A emissora já fez uma proposta ao clube, mas o Red Bull Bragantino recusou a primeira abordagem financeira.

Vale ressaltar que o Red Bull Bragantino foi um dos 16 clubes que ontem (16) divulgou um manifestou apoiando a aprovação da Câmara Federal da Medida Provisória 984 como uma lei definitiva. O congresso tem 60 dias para votar a questão, prorrogáveis por mais 60. Caso isso não ocorra, pela legislação, a MP perde seu efeito, o que os times não querem.

UOL Esporte vê TV