PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Globo planeja volta do "Globo Esporte" para agosto em todo o Brasil

Felipe Andreoli durante o programa Globo Esporte - Reprodução/TV Globo
Felipe Andreoli durante o programa Globo Esporte Imagem: Reprodução/TV Globo

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em Aracaju

16/07/2020 14h00

A Globo definiu hoje (16) uma possível data para o retorno do "Globo Esporte" em todo o Brasil. A atração estava suspensa desde 16 de março e fui substituída por quadros nos jornais locais. Agora, a emissora planeja retomar o programa em 3 de agosto, seis dias antes do início do Campeonato Brasileiro. Procurada pelo UOL Esporte, a Comunicação da Globo confirmou a data do retorno.

Segundo apurou a reportagem, o foco da emissora é esquentar a cobertura do nacional e repercutir apenas as finais dos estaduais. A data é dada como certa em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Recife, e só algo muito excepcional, como uma possível troca de data do início no Brasileirão, fará a emissora mudar este planejamento.

No Rio de Janeiro, a Globo pensou em voltar com o programa apenas para o estado com o retorno do Campeonato Carioca, em junho, mas o plano foi cancelado devido ao imbróglio jurídico que culminou na rescisão do contrato pata transmissão do estadual.

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, o "Globo Esporte" virou apenas um quadro nos telejornais locais da Globo, que tiveram duração aumentada para atender a demanda por notícias. Os boletins esportivos duravam cerca de dez minutos, no horário tradicional do "GE", atualizando o noticiário.

A audiência foi considerada boa. O quadro esportivo apresentado por Felipe Andreoli dentro do "SP1", de César Tralli, marcava de 11 a 12 pontos de audiência na capital paulista. No Rio de Janeiro, a dupla Alex Escobar e Mariana Gross conseguia números perto da casa dos 20.

O retorno do "Globo Esporte" passa também por uma entrega comercial que a emissora precisa fazer aos seus anunciantes do futebol. A exposição em comerciais do programa faz parte do caro pacote comercial vendido às marcas no início do ano. Por isso, a volta da atração sempre foi uma prioridade.

UOL Esporte vê TV