PUBLICIDADE
Topo

SP pode ter eventos esportivos no fim de julho se respeitar critérios

Segundo secretário Aildo Ferreira, eventos depende de estabilização de regiões na fase amarela do Plano SP -
Segundo secretário Aildo Ferreira, eventos depende de estabilização de regiões na fase amarela do Plano SP

Do UOL, em São Paulo

03/07/2020 15h01

O governo de São Paulo ressaltou hoje que não foi feita nenhuma alteração no planejamento preparado para a retomada de eventos esportivos no estado. Apesar da antecipação de fases anunciada hoje envolvendo alguns setores da economia, Aildo Ferreira, titular da Secretaria de Esportes, explicou que é necessário que as regiões do estado atendam determinados requisitos para controle da covid-19 para só então liberar a realização de competições.

"(Os eventos esportivos) estão inclusos dentro daquele cronograma apresentado pela (secretária de Desenvolvimento Econômico) Patrícia Ellen, desde que a localidade cumpra as quatro semanas na fase amarela", explicou Ferreira.

No balanço divulgado pelo governo paulista referente à atualização de 19 de junho, nenhuma região do estado se encontrava na fase em questão. Já na atualização seguinte, referente a 26 de junho, três regiões estavam na fase amarela, todas na região metropolitana de São Paulo — incluindo a capital. As três foram mantidas nos dados apresentados hoje.

Nos cálculos de Aildo Ferreira, "havendo o enquadramento da localidade, é possível o evento esportivo acontecer" já no final de julho dentro dos critérios adotados.

Enquanto isso, o governo informa que atletas podem continuar realizando treinamentos individuais, desde que seguindo determinadas regras — como, por exemplo, evitar vestiários.

"Não houve nenhuma proibição de treinamento por decreto no Plano São Paulo. O que houve foi uma iniciativa própria, correta, de preservação dos atletas, da segurança dos atletas, de interromper os treinamentos. O Centro de Contingência (do coronavírus em SP) entende — por analogia ao que já foi deliberado em relação ao futebol — que, independente da modalidade esportiva, todos os treinamentos individuais estão liberados. Não existe contraindicação do Centro de Contingência para que os atletas possam dar continuidade a seus treinamentos na forma individual", disse o médico João Gabbardo, secretário-executivo do Centro de Contingências.

"Qualquer modalidade pode treinar individualmente. A pergunta: o uso da máscara nesse momento é obrigatório? Em um esporte de alto impacto, o cara vai fazer um treinamento para corrida de 100 m, a performance dele vai ser prejudicada, então a máscara pode ser dispensada. Fora esse momento, ele deve continuar usando a máscara como qualquer outra pessoa. A recomendação de evitar o uso de vestiários continua presente. Se possível, deve chegar pronto para o treinamento, com a roupa que vai treinar, saindo dali diretamente para sua residência sem o uso do vestiário. Essa recomendação vale para qualquer atividade esportiva."

Esporte