PUBLICIDADE
Topo

Landim diz que Fla ajudará clubes em transmissões: "Conhecemos o assunto"

Reprodução / Fla TV
Imagem: Reprodução / Fla TV

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em Aracaju

02/07/2020 20h57

Presidente do Flamengo, Rodolfo Landim falou pela primeira vez sobre a rescisão contratual dos direitos de transmissão do Campeonato Carioca por parte da Globo, ocorrida hoje (2). As declarações vieram em uma live com influenciadores na Fla TV, que transmitiu a vitória rubro-negra ontem (1) contra o Boavista, no estopim para a decisão da emissora carioca. O cartola disse que o clube pode ajudar os adversários que queiram transmitir seus jogos do Estadual através das redes sociais.

Para Landim, mesmo com a experiência de apenas uma partida exibida, o Flamengo já tem expertise de como fazer uma transmissão na internet. O presidente flamenguista também exaltou os números alcançados com o jogo de ontem, que se tornou a transmissão esportiva com mais audiência na história do esporte brasileiro.

"Eu não tenho problema nenhum em ajudar os times que queiram transmitir os jogos do Carioca pela internet. Pelo contrário, a gente já tem conhecimento do assunto", afirmou o mandatário flamenguista. "O Flamengo sempre esteve unido com os clubes do Rio", continuou Landim.

O executivo também disse que, já que a Globo não tem mais interesse no Campeonato Carioca, o Flamengo e os clubes devem se unir para achar uma alternativa de transmissão para um futuro próximo. Esse futuro pode ser uma exibição pelas TVs oficiais do clube ou por uma outra parceira de televisão para mídias tradicionais.

"A gente vai continuar trabalhando para transformar o Campeonato Carioca e deixá-lo cada vez melhor. A gente tem esse compromisso com os clubes. A gente valoriza o campeonato. Se a Globo resolver não transmitir, certamente nós vamos nos unir com os clubes e buscar uma solução para que esse campeonato possa ser transmitido de outras formas, na busca de recursos para sustentar esse campeonato", concluiu o presidente do Fla.

A Globo rescindiu o contrato do Campeonato Carioca, que era válido até 2024, alegando quebra de acordo entre os outros onze clubes e a Ferj. A emissora disse que a Medida Provisória 984, na qual o Flamengo se baseou para exibir o jogo de ontem, não mudava contatos feitos com a lei anterior.

A emissora criticou a Ferj e disse que houve "inércia" por parte da Federação, que permitiu o Fla exibir o jogo mesmo com a Globo notificando a entidade de sua ilegalidade. Por um artigo do Regulamento de Competições, a Ferj tinha poder de vetar a transmissão do Flamengo, o que não aconteceu, na visão da empresa de comunicação.

UOL Esporte vê TV