PUBLICIDADE
Topo

Às pressas, Vasco improvisa em narração de seu primeiro jogo no YouTube

Reprodução/YouTube
Imagem: Reprodução/YouTube

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em Aracaju

02/07/2020 22h17

Em operação feita às pressas, com menos de oito horas para ser organizada, já que a Globo anunciou a rescisão do contrato do Campeonato Carioca por volta das 12:30, a transmissão do jogo entre Vasco e Madureira realizada nesta quinta (2) na Vasco TV teve boa qualidade técnica, mas que pecou principalmente na narração, que chegou a ter um certo delay em todo o segundo tempo.

A audiência da Vasco TV foi boa com o jogo, chegando a pico de 460 mil telespectadores simultâneos no YouTube. O confronto foi transmitido pelos jornalistas Sandro Gama, Carlos Gregório Matos e Alex Calheiros. Este último narrou todo o primeiro tempo, já que o sinal de Sandro caiu.

No segundo tempo, Sandro Gama comandou tudo de casa - mas o delay (atraso) de aproximadamente 3 segundos em relação ao que acontecia em campo incomodou alguns espectadores.

Diferentemente da transmissão da Fla TV, em que comentaristas teceram criticas contra os poucos pontos negativos do time do Flamengo, a equipe de jornalistas preferiu um tom mais torcedor, jogando junto com a equipe. Faltas não marcadas e até comemoração de gol perdido do Madureira foram exaltadas durante o jogo.

Vale ressaltar que, durante todo o tempo, os jornalistas exaltaram que os espectadores viram uma "transmissão histórica", já que Vasco x Madureira foi o primeiro jogo do time profissional exibido pela Vasco TV. E de fato, ela teve pontos positivos. Além da boa audiência, a tag de transmissão ficou em primeiro lugar entre os assuntos mais comentados do Twitter.

Outro ponto que precisa ser destacado é a qualidade técnica da partida. Se ontem (1) a Fla TV foi elogiada pelo padrão profissional de Flamengo x Boavista, Vasco x Madureira também teve o mesmo padrão, com diversas câmeras em uma linha muito parecia do que realiza o Grupo Globo no Premiere, o seu canal
pay-per-view.

O padrão de exibição foi tão parecido que a Vasco TV também não teve gruas, as câmeras que ficam atrás do gol, assim como a Fla TV adotou para cortar custos ontem (1). Antes da partida, o pré-jogo teve entrevista com o presidente do Vasco, Alexandre Campello, e toques de humor, com Alex Tavares usando máscara de acrílico e óculos para fazer piada. Nada que estragasse o resultado final.

Dentro do pouco tempo de planejamento para a transmissão, algo que o Flamengo teve de sobra, a Vasco TV apresentou um trabalho elogiável. O torcedor do Vasco, de fato, deu o retorno. A segunda noite de transmissão de jogos em canais oficiais dos clubes mostra que um padrão foi encontrado. Resta saber se ele será regra a ser seguida por outros clubes até mesmo do Estadual do Rio de Janeiro.

UOL Esporte vê TV