PUBLICIDADE
Topo

7 a 1 eleva Ibope do SporTV e dá mais audiência que jogos ao vivo do Alemão

David Luiz lamenta derrota do Brasil para a Alemanha - Laurence Griffiths/Getty Images
David Luiz lamenta derrota do Brasil para a Alemanha Imagem: Laurence Griffiths/Getty Images

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em Aracaju

02/06/2020 15h16

Reexibida no último domingo (31) pelo SporTV, a goleada por 7 a 1 da Alemanha sobre a seleção brasileira, pela semifinal da Copa do Mundo de 2014, elevou os índices de audiência do canal esportivo da Globo. A partida deu duas vezes mais ibope do que o normal para a Faixa Especial", exibida em horário nobre durante a pandemia do novo coronavírus, e foi mais assistida que jogos ao vivo do Campeonato Alemão.

Segundo dados obtidos pelo UOL Esporte, a partida exibida entre 18h e 20h40 fechou com 0.8 ponto de audiência em média das 15 principais metrópoles do Brasil. O índice é o dobro do que marca normalmente o horário e do que registrou, por exemplo, o jogo entre Brasil e Croácia, que abriu aquela Copa, reprisado no dia 26 de abril.

Segundo apuração da reportagem, confirmada pela assessoria do SporTV, a emissora foi líder entre as esportivas durante a exibição da partida, além de conseguir entrar no top 10 entre todos os canais de TV por assinatura, chegando ao oitavo lugar.

A reprise do 7 a 1 deu mais audiência que as partidas inéditas do Campeonato Alemão exibidas no domingo (31) por ESPN Brasil e Fox Sports no fim da manhã e início da tarde. Borussia Mochengladbach x Union Berlin marcou 0.4 na ESPN Brasil exibido às 10h30 da manhã. Já Paderborn x Borussia Dortmund fechou com 0.5 no Fox Sports ao ir ar às 13h. Vale sempre pontuar que o SporTV está disponível nos pacotes básicos das TVs por assinatura, enquanto ESPN e Fox Sports está nos pacotes mais caros. Nesse horário das partidas do Alemão, o SporTV marcou 0.3.

A reprise do 7 a 1 foi muito discutida dentro da Globo. A emissora evitou mostrar a partida em TV aberta, mas, de dez dias para cá, começou a ganhar a força ideia de reexibir aquela Copa no SporTV e notar o comportamento do público.

Pesou a favor uma questão curiosa: Sidney Garambone, um dos jornalistas esportivos mais prestigiados da Globo, publicou um texto querendo debater a reprise do 7 a 1 com telespectadores nas redes sociais. A repercussão do público, apoiando a reexibição e dizendo que não se tratava de um grande trauma, encorajou a emissora nos bastidores.

Siga o UOL Esporte no