PUBLICIDADE
Topo

Seleção Brasileira

Por que Globo resistiu a pedidos e não reprisou Brasil 1 x 7 Alemanha

Jogadores da seleção brasileira choram após derrota por 7 a 1 para Alemanha - Buda Mendes/Getty Images
Jogadores da seleção brasileira choram após derrota por 7 a 1 para Alemanha Imagem: Buda Mendes/Getty Images

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em Aracaju

10/05/2020 04h00

A Globo encerra hoje (10) as reprises de jogos clássicos da seleção brasileira aos domingos à tarde com a final feminina dos Jogos Pan-Americanos de 2007, que terminou com goleada sobre os Estados Unidos. Com isso, títulos do time masculino, como os conquistados na Olimpíada de 2016 e na Copa América de 2004, não serão reprisados. Assim como a histórica derrota por 7 a 1 para a Alemanha na Copa do Mundo de 2014, tema de muitos pedidos nas redes sociais.

Houve quem argumentasse que a emissora poderia exibir o revés para tentar discutir se a seleção evoluiu ou não desde então. Segundo apuração do UOL Esporte, a reprise do 7 a 1 não foi cogitada em nenhum momento, tanto para a Globo quanto para o SportTV, por se tratar de uma derrota ainda considerada muito doída para grande parte dos torcedores.

Outras derrotas marcantes da seleção também foram rapidamente descartadas para qualquer tipo de reprise, como por exemplo as sofridas na Copa do Mundo de 2006, quando o Brasil foi eliminado pela França, e no Mundial de 2010, quando a Holanda foi algoz.

Apenas duas exceções foram abertas: as campanhas nas Copas de 1982 e 1998, por motivos diferentes. A primeira pelo fato de a seleção brasileira ter encantado com um futebol lembrado até hoje, mesmo com a derrota para a Itália na segunda fase.

Em relação a 1998, por se tratar de uma campanha de final de Copa do Mundo, entendeu-se que era um revés mais bem digerido. Para a Globo, o momento delicado em meio à pandemia do novo coronavírus não é apropriado relembrar derrotas. As reprises do futebol, na visão da emissora, servem para evocar momentos alegres que as pessoas viveram com familiares.

Após os jogos da seleção brasileira, a partir do dia 17 de maio, a Globo começará a reprisar conquistas dos grandes clubes brasileiros. A final da última Libertadores, vencida pelo Flamengo, será exibida para o Rio de Janeiro e parte da rede, enquanto São Paulo e outra parte do país acompanha a conquista do Mundial de Clubes do Corinthians em 2012.

Siga o UOL Esporte no

Seleção Brasileira