PUBLICIDADE
Topo

CAMPEONATOS

La Liga


La Liga

Presidente da La Liga diz que clubes serão rebaixados mesmo sem partidas

Javier Tebas, presidente da La Liga - Jan Kruger/Getty Images
Javier Tebas, presidente da La Liga Imagem: Jan Kruger/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

24/04/2020 16h47

O presidente da La Liga, Javier Tebas, confirmou durante participação no fórum virtual "Andea Conecta", que haverá rebaixamento dos clubes mesmo que não exista continuidade do Campeonato Espanhol devido a pandemia de coronavírus. Atualmente Mallorca, Leganés e Espanyol estão na zona de descenso.

"Neste momento não contemplamos o cenário de não terminar a competição. Estou convencido de que tanto a La Liga quanto a La Liga Smartbank (2ª divisão do Campeonato Espanhol) se finalizarão antes ou depois, é nisso em que estamos focados. Está fora de cogitação a expansão de equipes nas categorias, haverá decensos e ascensões em caso de cancelamento por força maior."

Tebas também disse que os clubes que se recusarem a jogar passarão por medidas disciplinares.

"A decisão de um pode prejudicar a todos, se uma equipe se nega a jogar, será aplicado o regulamento. Essa é uma indústria que supõe 1,3% do PIB (Produto Interno Bruto) e gera 180 mil postos de trabalho. Temos que ser solidários e não olhar pelo interesse de cada um."

"É muito provável que se tenha de jogar com portões fechados até dezembro. Temos que avaliar como serão os deslocamentos das equipes, como serão as transmissões, quem poderá entrar nos estádios, temos que ter muita cautela."

O presidente ainda explicou que haverá uma ordem de prioridade na continuação dos campeonatos, tanto nacionais quanto os internacionais, como a Liga dos Campeões e a Liga Europa, ambas de responsabilidade da UEFA.

"O mais provável é que às competições sejam separadas em blocos. Primeiro finalizaremos os campeonatos nacionais, depois a Liga dos Campeões e a Liga Europa."

Por fim, Tebas se defendeu das críticas pela testagem em larga escala que está fazendo em jogadores.

"Se tem feito muita demagogia com o tema dos testes, não temos feito nada de diferente de outras empresas que querem toda segurança para seus empregados para voltarem ao trabalho."

A Associação Espanhola de Jogadores (AFE) demonstrou preocupação com os vários testes de coronavírus realizados pela La Liga, pois acreditam que outros setores da sociedade necessitam deles com mais urgência.

La Liga