PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Globo anuncia reprise de corrida que deu a Senna primeiro título na F-1

Paul-Henri Cahier/Getty Images
Imagem: Paul-Henri Cahier/Getty Images

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/04/2020 20h46

A Globo confirmou na noite desta quarta-feira (22) que irá reprisar o GP do Japão de 1988, marcante por ser a corrida que deu o primeiro título mundial de Fórmula 1 para Ayrton Senna. A corrida será exibida no dia 3 de maio, na íntegra, dentro do programa esportivo "Esporte Espetacular".

Como vem acontecendo com reprises de futebol, o corrida do primeiro campeonato de Senna terá transmissão com narração original feita por Galvão Bueno, além de comentário de Reginaldo Leme. A Globo anunciou que tomou a decisão para homenagear o piloto tricampeão do mundo.

Senna morreu em 1 de maio de 1994. Ou seja, no dia que a corrida for exibida, fará pouco mais de 26 anos do acidente no GP de San Marino, que vitimou o piloto. Além da exibição da corrida, os apresentadores do programa esportivo, juntamente com Galvão Bueno, contarão curiosidades sobre Ayrton e aquele campeonato de 1988.

O GP do Japão é considerado um dos melhores da história por fãs de automobilismo, e não somente pelo título de Senna, que marcou muita gente. Logo na largada, o brasileiro teve problemas no motor e acabou caindo para a 14ª posição já na primeira volta.

Fazendo uma grande corrida de recuperação, Senna conseguiu chegar na liderança na vigésima oitava volta, ultrapassando seu companheiro de equipe e grande rival Alain Prost. Depois de passar Prost, Senna não perdeu mais o primeiro lugar e partiu para ganhar seu primeiro mundial.

Naquele ano, Senna e Prost começaram a grande rivalidade que durou por anos. Mesmo colegas de equipe, disputavam corrida a corrida para ver quem conseguia ser campeão de pilotos. No fim da temporada, o brasileiro triunfou mais: oito vitórias contra sete do francês.

Vale lembrar que a Fórmula 1 também está parada por conta da pandemia do Covid-19. Esta seria a última temporada do atual contrato da emissora com a categoria, que terminará ao fim do ano. Negociações para a continuidade das transmissões da categoria no Grupo Globo já ocorrem desde o ano passado.

UOL Esporte vê TV