PUBLICIDADE
Topo

MMA


Dana White teria sido extorquido por suposto vídeo íntimo, diz jornal

Dana White, presidente do UFC - Ethan Miller/Getty Images
Dana White, presidente do UFC Imagem: Ethan Miller/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

05/04/2020 12h34

O presidente do UFC, Dana White, foi nomeado em uma ação judicial como suposta vítima de extorsão de US$ 200 mil (cerca de R$ 1 milhão) por causa de um vídeo íntimo.

O nome dele foi incluído em uma ação movida no Tribunal Distrital de Clark County por Ernesto Joshua Ramos, de acordo com o Las Vegas Review-Journal.

Ramos se declarou culpado de extorsão em um tribunal federal e cumpriu uma sentença de 366 dias de prisão. No processo, ele acusou White de quebrar um acordo em abril de 2016, que lhe pagaria US$ 450 mil por não revelar o nome dele publicamente após o caso.

Ele alega que os advogados de White forneceram informações falsas e depreciativas sobre ele ao FBI para conseguir que agentes o investigassem sob acusações de extorsão.

O processo

Uma stripper, namorada de Ramos, gravou a si mesma e a White sem o conhecimento dele fazendo sexo em seu quarto de hotel no Brasil, em outubro de 2014, de acordo com o processo.

O nome do chefão do UFC foi ocultado no processo criminal de 2015, depois que um juiz federal assinou uma ordem de proteção que proibia a divulgação de seu nome, iniciais ou empresa em quaisquer registros públicos.

Agentes do FBI prenderam Ramos em Las Vegas em janeiro de 2015 e o acusaram de tentar extorquir o empresário após o encontro. Os policiais filmaram a troca de dinheiro entre os dois durante uma reunião no escritório de White.

A ação civil alega que White e seus advogados ofereceram dinheiro a Ramos durante o processo criminal para convencê-lo a se declarar culpado. Mas o processo disse que eles não receberam dinheiro depois que ele admitiu em tribunal o crime.

Em uma declaração ontem, o empresário disse que havia acabado de descobrir sobre o processo. "Esse cara foi para a prisão federal por tentar me extorquir há mais de cinco anos. Agora ele contratou um advogado que também é criminoso condenado e está tentando me extorquir novamente. Ele não recebeu dinheiro de mim da última vez e não receberá nenhum dinheiro de mim dessa vez. Estou ansioso para que o tribunal rejeite isso rapidamente, para que eu possa me livrar desses babacas para sempre", disse.

MMA