Topo

Futebol Americano


Partida da NFL tem briga generalizada e jogador agride rival com capacete

Myles Garrett (à direita) dá uma "capacetada" na cabeça de Mason Rudolph (à esquerda) durante confusão em jogo da NFL - Jason Miller/Getty Images/AFP
Myles Garrett (à direita) dá uma "capacetada" na cabeça de Mason Rudolph (à esquerda) durante confusão em jogo da NFL Imagem: Jason Miller/Getty Images/AFP

Do UOL, em São Paulo

15/11/2019 09h32

Resumo da notícia

  • Jogo entre Cleveland Browns e Pittsburgh Steelers teve pancadaria entre jogadores
  • Confusão começou após desentendimento entre Myles Garrett e Mason Rudolph
  • Na briga, Garrett arrancou o capacete do adversário e usou o objeto para agredi-lo

O Cleveland Browns derrotou o Pittsburgh Steelers por 21 a 7, na noite de ontem, pela abertura da 11ª semana da NFL, mas a partida ficou marcada por uma briga generalizada entre os atletas com direito até a uma agressão com o capacete.

Myles Garrett, dos Browns, e Mason Rudolph, dos Steelers, iniciaram uma confusão que acabou afetando outros jogadores.

A briga começou quando Garrett derrubou Rudolph, que não gostou do lance. Os dois se agarraram e foram ao chão. Ao se levantar, o atleta do Browns arrancou o capacete do quarterback do time visitante e o agrediu com o equipamento.

O ato desencadeou uma briga generalizada. MaurkicePouncey, por exemplo, acabou expulso depois de defender Rudolph - ele chegou a dar socos e chutar a cabeça (protegida com capacete) de Garrett. Larry Ogunjobi, do Browns, também foi excluído da partida.

"Não sei como ele chegou ao ponto de usar capacete como arma. Sei que praticamos um esporte que é violento, mas nunca deveria ter sido tratado dessa maneira. Alguém que use um capacete como arma não é necessário", disse Cameron Heyward, defensor do Steelers, em entrevista à emissora ABC7 News.

Por sua vez, o técnico do Browns, Freddie Kitchens, afirmou que Garrett pediu desculpas e revelou que pretende conversar com seus companheiros de equipe. "Estou machucando toda a minha equipe com o que fiz e isso pode voltar a nos prejudicar. Não sei que tipo de repercussão terá, mas tenho que ser melhor", disse Garrett.

Futebol Americano