Topo

Pan-2019: Guilherme Costa conquista o ouro nos 1500m livre da natação

Guilherme Costa, o "Cachorrão", comemora a vitória pan-americana pelos 1.500m livre do Pan em Lima - REUTERS/Sergio Moraes
Guilherme Costa, o "Cachorrão", comemora a vitória pan-americana pelos 1.500m livre do Pan em Lima Imagem: REUTERS/Sergio Moraes

Karla Torralba

Do UOL, em Lima (Peru)

11/08/2019 00h18

O Brasil ganhou o primeiro ouro da noite deste sábado (10) na natação dos Jogos Pan-Americanos de Lima com um estreante na competição. Guilherme Costa, o "Cachorrão", venceu a prova dos 1500m livre e subiu no lugar mais alto do pódio. É o primeiro título do Brasil na história da prova.

Guilherme Costa nadou em 15min09s93 a prova e foi campeão com tranquilidade. Ficou à frente de Nicholas Sweestser, dos EUA (15min14s24), e David Vargas, do México 15min14s99). Esse foi o primeiro Pan do nadador de 20 anos, de Itaguaí-RJ.

A prova não é das mais competitivas para o país, mas, se depender de Guilherme, isso muda a partir de agora. "Nadei bem melhor que no mundial e tive pouco tempo de acertar. Pude me recuperar bem. É um sonho para mim. Todo mundo sempre sonhou. É a competição que mais gostei de nadar. Diferente e estou muito feliz", disse Guilherme após a prova.

Brandonn Almeida ficou com o bronze nessa distância pelos Jogos de Toronto-2015. Antes dele, temos de voltar aos anos 90, com Luiz Lima, para encontrar um medalhista. Lima foi vice-campeão em Mar del Plata-1995 e Winnipeg-1999.

O ouro de Guilherme Costa também representa o recorde do Brasil de medalhas douradas em Jogos Pan-Americanos. Agora são 53 ouros superando o Pan do Rio de Janeiro, em 2007.

Outras provas do dia

Caio Pumputis é prata e Leonardo Santos fica com o bronze nos 200m medley no Pan - REUTERS/Sergio Moraes
Caio Pumputis é prata e Leonardo Santos fica com o bronze nos 200m medley no Pan
Imagem: REUTERS/Sergio Moraes

No encerramento da natação no Pan de Lima, o Brasil teve outras quatro medalhas, além da de "Cachorrão". Caio Pumputis (prata com 2min00s12) e Leonardo Santos (bronze em 2m00s29) fizeram dobradinha nos 200m medley.

No revezamento 4x100m medley, o Brasil foi bronze no feminino, com o tempo de 4min04s96. Já com o quarteto masculino terminou na segunda colocação, prata, com 3min30s98. Os Estados Unidos levaram ouro nas duas provas por equipes.