Topo

Mayra Aguiar vence cubana com ippon e consegue ouro que faltava no Pan

Mayra Aguiar comemora ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima - SERGIO MORAES/REUTERS
Mayra Aguiar comemora ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima Imagem: SERGIO MORAES/REUTERS

Karla Torralba

Do UOL, em Lima (Peru)

11/08/2019 13h43

A judoca brasileira Mayra Aguiar conquistou sua primeira medalha de ouro na categoria meio-pesado (até 78 kg) dos Jogos Pan-Americanos neste domingo ao derrotar a cubana Kaliema Antomarchi com um ippon em luta definida no golden score.

Mayra tinha três medalhas anteriores, duas de prata e uma de bronze. Ela perdeu na final do Pan de 2007 para Ronda Rousey, que depois se tornou a primeira campeã das categorias femininas do UFC. Quatro anos depois, em Guadalajara-2011, ela foi derrotada pela bicampeã olímpica Kayla Harrison ainda nas quartas de final - ela conquistou o bronze na repescagem. Em Toronto, ela e Harrison fizeram a final, com vitória para a norte-americana.

"Ainda não caiu a ficha do que é uma conquista de ouro em um Pan. Foi minha primeira grande competição em 2007 e no Rio. Tenho carinho por essa competição e agora é aproveitar mais um objetivo completado. Eu procuro dar o meu melhor, entrar na competição e sair daqui tendo dado meu melhor. Tendo curtido. De brinde veio a medalha de ouro", falou após a conquista.

Gaúcha de 28 anos, Mayra venceu suas três lutas por ippon. Na primeira, bateu a americana Nefeli Papadakis, depois passou pela venezuelana Karen Leon, antes da final contra Antomarchi.

"Eu não penso muito em adversário. Penso em mim. Tem uma estratégia em cada, mas tenho que pensar muito como estou no que faço, o que tenho que fazer e adversária é consequência. Era uma adversária dura, a gente sai na p**** em treinamento. No golden score eu perco, mas estava me sentindo muito bem, com muita vontade de conquistar. Eu não penso em ouro, penso no objetivo e finalizar dando meu máximo", analisou.

Beatriz Souza conquistou o bronze com ippon na repescagem da categoria pesado - Sergio Moraes/Reuters
Beatriz Souza conquistou o bronze com ippon na repescagem da categoria pesado
Imagem: Sergio Moraes/Reuters

Também neste domingo, Beatriz Souza e David Moura conquistaram duas medalhas de bronze na categoria pesado. Na feminina (acima de 78 kg), Beatriz venceu por ippon a repescagem contra Izayana Marenco, da Guatemala. Enquanto na masculina (acima de 100 kg), David Moura venceu o americano Ajax Tadehara por ippon para encerrar a campanha brasileira em lima com medalha.

O ouro de Mayra foi o quinto do Brasil nesta edição e se junta aos conquistados por Larissa Pimenta, Rafaela Silva, Eduardo Yudy e Renan Torres. Daniel Cargnin ainda ganhou uma prata, enquanto Alexia Castilhos e Juninho Bomba levaram bronze, assim como Beatriz e David, totalizando dez medalhas para o país.