PUBLICIDADE
Topo

Pan 2019

Diego Hypolito vai de analista a torcedor em estreia como comentarista

Diego Hypolito estreou na função de comentarista no Pan-2019 - Divulgação
Diego Hypolito estreou na função de comentarista no Pan-2019 Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo (SP)

31/07/2019 04h00

Diego Hypolito estreou na função de comentarista do SporTV para acompanhar seus ex-companheiros da ginástica artística nos Jogos Pan-Americanos 2019, no último sábado (27). O ginasta brasileiro, que surgiu comedido na TV e recebeu muitos elogios pelo conhecimento técnico da modalidade, foi se soltando à medida que ia para o ar. Chega ao último dia do esporte em Lima torcendo para os companheiros.

A ginástica brasileira, bronze com as mulheres e ouro com os homens na disputa por equipes, até domingo (28), ia bem. E Diego, ao vivo, conseguia tecer comentários analíticos sobre as apresentações e separar o comentarista do ginasta-torcedor.

"Ele deve ter se sentido super pressionado (ao falar sobre um atleta que era o último a se apresentar). Igual a mim aqui no SporTV. Vou falar uma coisa nova para vocês, que é muito interessante. Por mais que eu seja atleta, comentar é algo bastante inusitado para mim, diferente", disse, em um momento da transmissão no domingo.

"Eu li os comentários ontem sobre o feminino, pessoal falando: 'Diego, fala um pouco mais animado, como você é'. Não é que eu estava desanimado, é que é uma novidade para mim. Estou escutando tudo o que o pessoal fala, lendo na internet. É muito engraçado, é uma pressão nova. Estou tentando fazer o meu máximo aqui, gente. Espero que estejam gostando", completou.

Só que Diego foi se soltando, principalmente com a dobradinha inédita na individual geral na segunda-feira (29), com Caio Souza e Arthur Nory. Levemente emocionado, ele foi flagrado pelas câmeras do canal por assinatura enxugando lágrimas, pouco antes de rasgar elogios à dupla vitoriosa com quem tem amizade.

A torcida escancarada para os companheiros, então, veio justamente em um momento de tropeço da ginástica. Arthur Zanetti, campeão olímpico nas argolas, deslizou, foi prata e não escondeu em nenhum momento a infelicidade pelo resultado. "Um dever foi cumprido, que era o dever da equipe, mas o dever pessoal não foi cumprido. Quando não cumpro o objetivo, não saio satisfeito e nem tenho motivo para ficar satisfeito", comentou Zanetti após o pódio.

No pódio do Pan após prata nas argolas, Zanetti deixa evidente sua frustração  - Ricardo Bufolin/CBG - Ricardo Bufolin/CBG
Imagem: Ricardo Bufolin/CBG

Quando foi chamado a comentar sobre a adversidade, porém, Hypolito preferiu defender o atleta. "Oi, 'Zano'. Só para falar que você é nosso campeão, nossa referência. Você é nosso maior exemplo. Você conquistou uma medalha de prata. Eu sei que no nível de exigência que você tem, isso acaba te entristecendo, mas saiba que tem mais competições pela frente. Você é o meu exemplo atual na ginástica, a maior referência que a gente tem. Você sabe que pode contar com todos nós da seleção, do Brasil. Parabéns pelo resultado, independentemente que não tenha vindo o ouro. Para mim, eu fico muito feliz por você."

Zanetti segurou as lágrimas, agradeceu de forma breve o companheiro na transmissão e foi ao pódio receber a prata.

Diego Hypolito é o atual vice-campeão olímpico do solo. Apesar da medalha de prata na Rio-2016, ele não esteve nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, em 2015. Ele compôs a equipe campeã em Guadalajara-2011, ao lado de Zanetti e Chico Barreto (remanescentes na formação atual), além de competir na Olimpíada de Londres de 2012.