PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Sob condições, Wada reintegra agência antidoping da Rússia

Bandeira da Rússia e do Comitê Olímpico Internacional  - AP Photo/Patrick Semansky
Bandeira da Rússia e do Comitê Olímpico Internacional Imagem: AP Photo/Patrick Semansky

Do UOL, em São Paulo

20/09/2018 10h39

A Agência Mundial Antidoping (Wada) anunciou nesta quinta-feira (20) a reintegração da Agência Antidoping da Rússia (Rusada) sob condições rigorosas. O órgão estava suspenso desde novembro de 2015 por causa do escândalo do sistema estatal de substâncias ilícitas fornecidas pelo próprio governo russo a atletas de elite.

“A grande maioria do comitê executivo da Wada decidiu reestabelecer a Rusada conforme condições estritas do comitê de revisão e segundo um processo acordado. Esta decisão fornece um cronograma claro no qual a Wada deve ter acesso aos antigos dados laboratoriais e amostras em Moscou”, declarou Craig Reedie, presidente da Wada.

A Rusada cumpriu os critérios necessários para sua readmissão. O acesso às amostras e aos dados laboratoriais podem contribuir para corroborar os testes positivos descobertos durante a investigação.

O atletismo da Rússia ficou fora dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016 justamente por causa do escândalo. Além disso, o país foi impedido de participar das Olimpíadas de Inverno de Pyeongchang, em 2018.

Esporte