PUBLICIDADE
Topo

Cúpula do COI abre brecha para reconhecer eGames como esporte

Mídia indoor; wap; celular; TV; bandeira; Olimpíada; Jogos Olímpicos; COI; Comitê Olímpico Internacional; símbolo - Christian Brun/AP
Mídia indoor; wap; celular; TV; bandeira; Olimpíada; Jogos Olímpicos; COI; Comitê Olímpico Internacional; símbolo Imagem: Christian Brun/AP

Do UOL, em São Paulo

31/10/2017 20h21

O debate sobre eGames serem ou não um esporte chegou à mais alta cúpula do mundo no assunto. Durante reunião do Comitê Olímpico Internacional (COI), membros discutiram na cidade de Lausanne (Suíça) a ascensão dos jogos eletrônicos e revelaram que irão se reunir com os responsáveis pela modalidade.

"Os 'eSports' estão mostrando um forte crescimento, especialmente dentro do grupo demográfico juvenil em diferentes países, e podem fornecer uma plataforma para envolvimento com o Movimento Olímpico", explicou o COI em nota publicada nesta terça-feira em seu site oficial.

Para reconhecer o eSports como um esporte, a Cúpula concordou que é preciso se criar "uma organização que garanta o cumprimento das regras e regulamentos do Movimento Olímpico (antidopagem, apostas, manipulação, etc.)".

O reconhecimento positivo fez com que as conversas evoluíssem e a entidade promete entrar em contato com os responsáveis pelo eSports num futuro próximo. "A Cúpula convidou o COI junto com o GAISF para dialogarem com a indústria de jogos e os jogadores para explorar esta área ainda mais e retornar às partes interessadas do Movimento Olímpico no devido tempo".