! Cãibra de Baghdatis mantém carreira de Agassi 'viva' - 01/09/2006 - UOL Esporte - Tênis
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  01/09/2006 - 01h40
Cãibra de Baghdatis mantém carreira de Agassi 'viva'

Da Redação
Em São Paulo

Foi por pouco, mas a madrugada desta quinta para sexta-feira não viu Andre Agassi pendurar sua raquete. O lendário tenista norte-americano travou um duelo histórico de 3h48min com o cipriota Marcos Baghdatis e venceu por 3 sets a 2, com parciais de 6-4, 6-4, 3-6, 5-7 e 7-5, chegando assim à terceira fase do Aberto dos EUA, último torneio de sua carreira.

AFP
Agassi começou bem, depois relaxou e permitiu reação, mas venceu Baghdatis
PERFIL DE ANDRE AGASSI
PERFIL DE MARCOS BAGHDATIS
Agassi contou com uma boa dose de sorte para vencer. Quando o jogo estava extremamente disputado no quinto set, Baghdatis sentiu cãibras nas duas coxas, comprometendo seu jogo. Mesmo assim, o cipriota seguiu na partida, mas acabou sendo derrotado pelo ídolo norte-americano em uma disputa acirrada.

"Obrigado a todos vocês (torcedores)", agradeceu Agassi ao fim do jogo. "Sabia que tinha que jogar bem nesta noite, e consegui dois sets a zero, depois abri 4 a 0 no quarto ser, mas não foi só minha esquerda que ficou ruim, foi minha garganta, e minha respiração", desabafou o jogador.

"Foram muitas emoções, ele está jogando muito bem mesmo tendo 36 anos", disse Baghdatis. "Desejo boa sorte no torneio e na vida, ele fez muito pelo esporte. Gostaria de lhe dar parabéns para ele pela carreira".

Empurrado pela torcida, que lotou a quadra e aplaudiu cada ponto - ou mesmo tentativas fracassadas de jogadas mais plásticas -, Agassi se impôs diante do cipriota, um dos melhores tenistas da temporada. Baghdatis é o atual número 8 do ranking da ATP, e chegou à final do Aberto da Austrália, e à semifinal em Wimbledon em 2006.

Nos dois primeiros sets, o jogo foi relativamente equilibrado, mas Agassi foi preciso nos momentos decisivos e fechou ambas parciais por 6-4.

No terceiro set, o norte-americano pareceu desconcentrado, e "entregou" alguns pontos fáceis. Baghdatis não hesitou, e fechou o set em 6-3, vibrando muito com o início de uma reação.

Na parcial seguinte, Agassi começou voando em quadra, quebrando dois serviços consecutivos do rival e abrindo 4 a 0. Depois, cedeu duas quebras, e o cipriota empatou em 4 a 4. Então, os tenistas confirmaram seus serviços seguintes, mas Baghdatis quebrou o saque do norte-americano no 11º game e confirmou para fechar o set em 7-5.

No set decisivo, Badghdatis começou quebrando o saque do norte-americano, mas levou o troco em seguida. Sentindo a coxa esquerda após mais de três horas de partida, o cipriota recebeu atendimento, mas seguiu jogando normalmente, sempre vibrando muito nos pontos difíceis que venceu.

Então, os atletas confirmaram seus serviços até, no 9º game, Baghdatis sentiu câibras nas coxas. Mesmo apresentando condições físicas precárias, o cipriota seguiu heroicamente no jogo, fazendo alongamentos e aquecimentos no intervalo de cada ponto. Nervoso, Agassi passou a errar mais, e o game ficou em iguais oito vezes, mas o norte-americano conseguiu confirmar seu serviço.

No intervalo entre os games, Baghdatis recebeu massagem e passou um spray analgésico, e conseguiu jogar o game seguinte com mais tranquilidade, confirmando seu serviço depois de salvar um match point.

Agassi confirmou seu serviço, e no 12º game Baghdatis cometeu duas duplas faltas seguidas em um momento crucial, dando ao rival as condições para fechar a parcial em 7-5 e em 3h48min de partida.

Agora, Agassi enfrenta o alemão Benjamin Becker, que será certamente o "vilão" da vez - já que toda a torcida é contrária a qualquer adversário de Agassi na atual edição do Grand Slam. Os dois nunca se enfrentaram, a exemplo de Baghdatis e Agassi, que duelaram pela primeira vez nesta noite.

"Tenho muita experiência jogando contra B. Becker", disse Agassi, brincando em alusão ao alemão Boris Becker, antigo rival. "Talvez seja meu último jogo, mas espero que não".

Agassi, que já conquistou oito Grand Slams em sua carreira - sendo dois nos EUA - anunciou que encerrará sua carreira assim que encerrar sua participação no Aberto dos EUA.

Só para assinantes


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias