PUBLICIDADE
Topo

Tênis

Nadal rebate Djokovic e diz que todos deverão tomar vacina se for exigido

Rafael Nadal enfrenta o sérvio Novak Djokovic em final do Aberto de Roma - ALESSANDRO BIANCHI
Rafael Nadal enfrenta o sérvio Novak Djokovic em final do Aberto de Roma Imagem: ALESSANDRO BIANCHI

Do UOL, em São Paulo*

08/05/2020 09h43

O espanhol Rafael Nadal disse, em entrevista ao jornal La Voz, que o sérvio Novak Djokovic precisará ser vacinado para continuar jogando se as organizações de tênis tornarem obrigatória a imunização de coronavírus assim que ela estiver disponível.

A declaração ocorre em resposta ao companheiro de circuito, que recentemente disse ser contrário a tomar vacina contra o novo coronavírus quando ela for desenvolvida, mesmo que se tornasse obrigatório para viajar. Mais tarde, ele disse que estava aberto a mudar de ideia.

Já Nadal disse que Djokovic e todos os jogadores terão que seguir as regras quando o tênis voltar à ação. O circuito está parado desde março por causa da pandemia.

Nadal diz que ninguém pode ser forçado a tomar a vacina e todos devem estar livres para fazer suas escolhas, mas todos os jogadores terão que cumprir as regras se os oficiais de tênis exigirem "vacinação para viajar" e "proteger" todos na turnê.

Nadal afirmou que "Djokovic terá que ser vacinado se quiser continuar jogando tênis no mais alto nível".

Para ele "se o ATP ou a Federação Internacional de Tênis nos obriga a tomar a vacina para jogar tênis, então teremos que fazer."

Ainda não há vacinação para o novo coronavírus. Recentemente o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que confia que ainda neste ano uma versão seja disponibilizada. Outros países são mais céticos e acreditam que ela irá demorar mais de um ano a ser desenvolvida.

*Com informações da agência AP.

Tênis