Topo

Tênis


Tênis

Flávio Saretta fala sobre seu temperamento: "Não fui o tenista perfeitinho"

O ex-tenista Flávio Saretta encontrou no futevôlei o incentivo para se manter no esporte - Andre Tche/Divulgação
O ex-tenista Flávio Saretta encontrou no futevôlei o incentivo para se manter no esporte Imagem: Andre Tche/Divulgação

Do UOL

27/11/2019 12h47

O ex-tenista Flávio Saretta usou as redes sociais para desabafar sobre seu temperamento nas quadras.

Em longo relato, ele lembrou que muitas vezes sofreu por ser o atleta "que não aceitava perder um ponto" e que "quebrava muita raquete", mas que se orgulha de não ter "vendido" uma personalidade que não era verdadeira.

"Tenho pensado como a sociedade nos obriga a ser como eles querem. Criam um ser humano 'ideal' e um monte de idiota sofre em busca desse estereótipo", criticou. "Não fui o tenista quietinho, perfeitinho, bom menino dentro das quadras, que fica com cara de bonzinho, vendendo uma parada que não era eu".

Ele aconselhou: "Depende só de você sofrer com esse julgamento".

"Tenho arrependimentos na minha carreira, erros que às vezes paro e penso 'como fui burro', mas uma coisa que eu sei e me orgulho: sempre fui de verdade", desabafou.

O ex-tenista de 39 anos atualmente é comentarista da BandSports e é casado com Suzana Alves, com quem tem um filho de 1 ano.

Tênis