PUBLICIDADE
Topo

Tênis

Martina Navratilova é excluída de ONG LGBT após comentário transfóbico

Darren England/Getty Images
Imagem: Darren England/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

20/02/2019 16h14

A ex-tenista Martina Navratilova foi excluída do conselho do grupo LGBT "Athlet Ally", organização sem fins lucrativos, por causa de um comentário considerado transfóbico. O anúncio foi feito hoje em comunicado oficial.

Vencedora de 18 títulos de Grand Slam, Navratilova sempre foi considerada um ícone da causa gay. Recentemente, no entanto, ela publicou um artigo no jornal "The Sunday Times" afirmando que mulheres trans em competições femininas seria uma forma de "trapaça".

"Os comentários recentes de Martina Navratilova sobre atletas trans são transfóbicos, baseados em um falso entendimento da ciência e que perpetua perigosos mitos que atingem continuamente as pessoas trans", diz o comunicado do "Athlet Ally".

Após o artigo publicado, Navratilova utilizou seu Twitter para reforçar sua opinião. "É insano e desleal. Fico feliz em falar com mulheres trans da forma que elas preferirem, mas eu não gostaria de competir contra elas. Não seria justo", escreveu.

Os comentários de Navratilova já tinham gerado reação da ONG britânica Trans Actual. "Estamos devastados por descobrir que Martina Navratilova é transfóbica. Se as mulheres trans levam vantagem no esporte, por que elas não estão ganhando medalhas de ouro em todos os lugares? Porque mulheres trans não têm vantagem. Perceba as mudanças que o estrogênio faz com o corpo", escreveu a organização no Twitter.

Tênis