PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Surfista de 39 anos morre atingido por raio em Ubatuba (SP)

Maike Finessi chegou a ser vice-campeão do Circuito Ubatubense de longboard - Reprodução/Instagram
Maike Finessi chegou a ser vice-campeão do Circuito Ubatubense de longboard Imagem: Reprodução/Instagram

Maurício Businari

Colaboração para o UOL, em Santos

31/03/2021 14h58Atualizada em 31/03/2021 21h38

Morreu na noite da última segunda-feira (30) o surfista e mergulhador Maike Finessi. Ele foi atingido por um raio durante uma pescaria em Ubatuba, litoral norte de São Paulo.

Praticante de longboard, o atleta tinha 39 anos e foi vice-campeão do Circuito Ubatubense de Longboard em 2016 e 2019. Ele deixou esposa e uma filha pequena.

Segundo relatos de pessoas próximas à família, Maike estava navegando em um barco pequeno, de alumínio, quando foi atingido pela descarga elétrica. Seu corpo foi encontrado na manhã de ontem por uma equipe do Corpo de Bombeiros, boiando em uma praia do município.

As informações sobre outros possíveis passageiros são desencontradas. Um amigo da família informou que ele estaria acompanhado de um outro rapaz mas, até o momento, o atleta foi a única vítima confirmada no acidente.

"O que soube foi que ele saiu para mergulhar de noite, naquela trovoada que deu na região, naquela tempestade de granizo e parece que estava num barquinho de alumínio", conta um amigo de Maike, o também surfista Alex Miranda. "Soube que o raio caiu na cabeça dele, partiu o barco, mas o outro cara que estava com ele teria conseguido sobreviver".

O UOL entrou em contato com o Corpo de Bombeiros da região, que confirmou ter encontrado o corpo de Maike na manhã de ontem e destacou que não há registros de que ele estivesse acompanhado de outras pessoas. Além de surfista, ele também era um exímio mergulhador.

Segundo dados do Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), 42 raios tocaram o solo do litoral norte paulista durante o período das 21h de segunda-feira (29) até às 06h desta terça-feira (30). Só em Ubatuba foram 28 raios, mais da metade do total registrado.

Perda inestimável para a tribo do surfe

O secretário de Esportes e Lazer de Ubatuba, Tiago Cesar Balio, lamentou o falecimento do atleta, lembrando que Maike representou a cidade de Ubatuba em diversas competições de Surf na categoria longboard.

"Ele também, se destacou pela atitude corajosa e destemida em ondas grandes, em especial, nas ondas da tão temida laje Patiero. O Esporte perde, fundamentalmente, um grande amigo e exemplo de ser humano. Nossos sinceros sentimentos aos familiares e amigos."

Amigo de Maike, o presidente da Associação Ubatuba de Surfe (AUS), Marcos Terra, o Marcão, informou que o corpo do surfista não apresentava marcas aparentes de queimaduras ao ser retirado da água do mar, na praia do Perequê, pelo grupamento marítimo do Corpo de Bombeiros.

"O Maike era um cara excepcional, trabalhador, gente boa. Sua especialidade eram as ondas grandes que quebram ali na Laje do Patieiro, uma onda difícil de quebrar, mas que era a favorita dele. Recentemente, nos encontramos em Bali, na Indonésia, que era um outro lugar que ele curtia surfar. O que aconteceu com ele foi uma tragédia incalculável. A morte dele foi uma perda inestimável para a tribo do surfe".

A Laje do Patiero é uma laje submersa localizada na Península da Ponta Grossa, Ubatuba, a cerca de 200 metros do continente, e propicia a formação de ondas de até 5 metros em pleno mar, longe da praia.

Marcão, que frequentava junto com Maike a igreja evangélica "Semear", em Ubatuba, avisou que o surfista e pastor fundador da congregação, Tadeu Pereira, está programando uma despedida para ocorrer nos próximos dias na Praia Grande, a localidade preferida de Maike que, inclusive, era dono de uma banca de jornais que ficava nas imediações.

Recordista de títulos no Brasil, o santista Picuruta Salazar, considerado como um dos maiores surfistas brasileiros de todos os tempos, também lamentou a morte de Maike. "Foi uma perda bem grande para a comunidade do surfe. É mais um membro da nossa tribo, que se vai. Lamento muito, mesmo. Meus sentimentos aos amigos e à família".

Esporte