Topo

Esporte


Pedro Scooby sobre acidente: "Disseram para minha mãe que eu tinha morrido"

Talyta Vespa

Do UOL, em São Paulo

14/11/2019 04h00

Pedro Scooby sofreu um acidente nesta quarta-feira (13) enquanto surfava em Nazaré, Portugal. O surfista foi engolido por uma onda gigante e, por pouco, não desmaiou debaixo d'água. Em entrevista ao UOL Esporte, o atleta relembra o desespero de tentar sair da água e o que sentiu quando percebeu a terceira onda passar por cima dele. "Ficar submerso por três ondas é quase impossível de acontecer. Ali, achei que ia morrer", diz.

Scooby tem poucas lembranças do momento do resgate. "Peguei a maior onda do dia, era a terceira que surfava nessa manhã. Quando cheguei na base da onda, ela me engoliu. Das outras vezes em que tomei caldos graves —nenhum tão sério como esse—, só pensei na minha família. Mas, dessa vez, estava tão desesperado tentando sair da água que não pensei em nada. Meu ar ia acabando e eu ia tentando subir", conta.

Foram três ondas e um minuto em apneia até que o resgate chegasse. O surfista alemão Sebastian Steudtner, montado num jet-ski, se aproximou e teve de gritar dez vezes o nome de Scooby até que ele conseguisse responder.

"Ele me disse que eu estava avoado, não respondia ao comando. Na décima vez que ele gritou meu nome, eu consegui ouvir. Ele gritava: 'Agarra, agarra, agarra', apontando para o sled, que é tipo uma grande prancha de bodyboard que fica atrás do jet-ski. Não sei como consegui segurar, eu não tinha mais forças", relembra.

Com Scooby pendurado na traseira, Steudtner subiu na areia com o jet-ski. O surfista caiu no chão e, logo, vomitou. "Então, ele me levou para o carro. Lá, tinha todo o equipamento necessário para me colocar entubado com oxigênio puro. Eu já não conseguia enxergar por causa da falta de oxigenação no cérebro. Foi o maior susto da minha vida."

Quando começou a se recuperar, o atleta foi surpreendido por uma ligação do irmão, que, segundo ele, estava muito preocupado. "Eu não tinha contado para ninguém, mas um moleque publicou no Twitter o que tinha acontecido. Disseram para a minha mãe que eu tinha morrido, e ela passou mal em casa. Meu irmão me ligou na hora e, por sorte, eu atendi. Estavam desesperados em casa", disse.

Para seus filhos, foi Scooby quem contou a notícia: "Como eles não podem acessar a internet, não ficaram sabendo antes, o que foi ótimo. Falei sem alarde, disse que tinha sofrido um acidente mas que 'o papai estava bem'. Criança, né? Eles não entendem a gravidade, e é melhor assim. Já estou bem, não faz sentido alardear".

Durante a conversa com o UOL Esporte, Scooby reclamou de dores no ombro. Hoje (14), ele vai passar por exames médicos para apurar se houve fratura. Caso a lesão se confirme, ele afirma que vai fazer fisioterapia e continuar treinando para o campeonato mundial de ondas grandes.

"Não estou com medo. Isso não vai me impedir de voltar para a água, já estou pensando no próximo treino. Amanhã, só não vou treinar se for diagnosticado algum problema no ombro. Isso faz parte e, graças a Deus, estou vivo."

Esporte