Topo

Esporte


Brazilian Storm se aproxima de mais um título mundial no surfe

Gabriel Medina, durante etapa da França do Mundial de Surfe - WSL / LAURENT MASUREL
Gabriel Medina, durante etapa da França do Mundial de Surfe Imagem: WSL / LAURENT MASUREL

Do UOL, em São Paulo

11/10/2019 18h03

O brasileiro Ítalo Ferreira terminou, hoje (11), com a segunda colocação na etapa da França, a antepenúltima do Circuito Mundial de Surfe (CT). Apesar do título do evento ter acabado com o francês Jeremy Flores, o resultado aproximou a Brazilian Storm, como são conhecidos os surfistas brasileiros, de mais um título mundial.

A liderança do ranking é do bicampeão Gabriel Medina. O surfista de Maresias, que parou nas oitavas na França, soma 48,015 pontos e abriu vantagem para o também brasileiro Filipe Toledo, com 45,730 pontos. O top 3 ainda tem o sul-africano Jordy Smith, com 43,515.

O vice na França fez Ítalo desbancar o americano Kolohe Andino na quarta posição. O brasileiro soma 42,400 pontos, contra 41,250 do rival, que é o quinto.

Um dos dois piores resultados de cada surfista poderá ser descartado a partir da próxima etapa, que acontece em Portugal com a primeira chamada na próxima quarta-feira (16). Ítalo é o atual campeão.

O descarte na atual situação de todos os cinco primeiros do ranking é de 1,330 pontos, o equivalente a um 17º lugar. Até o momento, quatro dos cinco primeiros somam ao menos dois 17º lugares. O único a ter apenas um 17º é Jordy Smith.

Esporte