PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Medina vence em Portugal e embala para decisão do título mundial no Havaí

Medina com o título da etapa de Portugal da WSL -  DAMIEN POULLENOT/WSL/Divulgação
Medina com o título da etapa de Portugal da WSL Imagem: DAMIEN POULLENOT/WSL/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

25/10/2017 09h10

Em uma final emocionante, o brasileiro Gabriel Medina venceu o australiano Julian Wilson e conquistou nesta quarta-feira a etapa de Portugal da WSL, o circuito mundial de surfe. Campeão também na França há duas semanas, Medina assumiu a vice-liderança do ranking e embalou para a disputa do título mundial no último evento, que será realizado a partir do dia 8 de dezembro em Pipeline, no Havaí.

Para ficar com o troféu da temporada, o brasileiro ainda depende de uma combinação de resultados. Se vencer em Pipeline, ele terá que torcer para o atual líder, John John Florence, não passar das semifinais. Outras combinações são possíveis caso o havaiano perca antes. Com o triunfo em Portugal, Medina chega a 50.250 pontos, 3.100 a menos que Florence.

"A vantagem ainda é do John John Florence, mas nada é impossível", disse Medina ao fim da bateria. Campeão mundial em 2014, o brasileiro superou um início de temporada irregular para, na reta final, crescer na disputa pelo título. Julian Wilson e Jordy Smith também chegam ao Havaí com chances. 

Na final desta quarta-feira, Medina abriu vantagem com um tubo que rendeu nota 5,17. Quando faltavam cerca de 15 minutos para o término, o brasileiro completou um aéreo, pontuado em 5,67. Em um mar com condições difíceis, a vantagem deixou Julian Wilson, ainda sem uma boa nota, em situação difícil.

Mas o australiano reagiu e conseguiu a virada parcial ao completar um tubo. Precisando de 5,28 pontos, Medina conseguiu nova virada surfando as duas melhores ondas nos dois minutos finais: 6,93 e 6,33. Assim fechou a bateria com vitória por 13,26 a 10,94. 

O título também significou uma revanche contra Julian Wilson, que havia vencido o brasileiro nas três últimas finais entre eles: no Tahiti-2017, Havaí-2014 e Portugal-2012.

A quarta-feira já tinha começado com uma boa notícia para Medina: John John Florence perdeu para o americano Kalohe Andino nas quartas de final e deixou a disputa pelo título aberta. Ele seria campeão antecipado caso vencesse em Portugal.

Precisando avançar o máximo possível para chegar ao Havaí com mais chances de título, Medina não decepcionou. Venceu nas quartas o australiano Mick Fanning (11,33 a 3.17) e nas semifinais o americano Kanoa Igarashi (11,10 a 6,24) antes de se sagrar campeão contra Julian Wilson.

Outro brasileiro a chegar ao dia final, Miguel Pupo perdeu nas quartas de final para Kanoa Igarashi por 12,50 a 8,44 e terminou a etapa na quinta colocação.

Esporte