PUBLICIDADE
Topo

Esporte

PM que matou surfista Ricardinho vai a júri popular em dezembro

Ricardinho foi morto em janeiro de 2015 - Steve Robertson / EFE
Ricardinho foi morto em janeiro de 2015 Imagem: Steve Robertson / EFE

Leandro Carneiro

Do UOL, em São Paulo

31/10/2016 17h57

O policial Luis Paulo Mota Brentano, responsável pela morte de Ricardo dos Santos, o Ricardinho, irá a júri popular no dia 15 de dezembro. A informação foi divulgada pela 1ª Vara Criminal de Palhoça.

No começo deste mês, os advogados de Luis Paulo chegaram a tentar uma suspensão do processo, tentando desqualificar as acusações. Mas, o requerimento foi negado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Brentano é acusado de homicídio qualificado por motivo fútil e por ter impossibilitado a vítima de se defender.

Ricardinho foi morto pelo policial em janeiro de 2015. Os dois se desentenderam em frente à casa do surfista, na Guarda do Embaú, em Palhoça. Brentano estava de folga e confessou ser o autor de dois disparos contra o surfista, mas alegou legítima defesa.

O policial foi preso em Joinville depois de confessar o crime e foi expulso do 8º Batalhão da cidade.

Esporte