! UOL Esporte - Especial
daasdadsasd
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA

Após a Copa e com clubes reforçados, Brasileiro recomeça

Após 38 dias de paralisação devido à Copa do Mundo, o Brasileiro terá reinício nesta quarta-feira. As equipes não perderam muitos jogadores e até se reforçaram: Sávio voltou ao Flamengo, Geovanni foi repatriado pelo Cruzeiro, o Palmeiras contratou Dininho e Valdívia, enquanto o Corinthians fechou com Paulo Almeida e viu o São Caetano trazer Leão. O Fortaleza também mudou bastante para sair da crise. Veja como cada equipe aproveitou o intervalo e os reforços contratados:

ATLÉTICO-PR
O que fez na parada?
O técnico Givanildo de Oliveira, que não vive uma situação confortável no clube, pediu reforços experientes, foi atendido, mas ameaça não usar tais jogadores na sua equipe titular.

Time-base
Cléber; Danilo, João Leonardo e Alex; Jeancarlos, Alan Bahia, Marcelo Silva, Fabrício e Moreno; Denis Marques e Ferreira. Técnico: Givanildo de Oliveira
Mudanças
A equipe contratou dois experientes jogadores para o reinício do Brasileiro: o goleiro argentino Navarro Montoya e o zagueiro César. Paulo André saiu.
Colocação: 13º, com 13 pontos
BOTAFOGO
O que fez na parada?
Em situação ruim na tabela, focou o preparo físico, aspecto muito criticado antes da Copa. O técnico Cuca aproveitou os treinos para mudar o esquema tático, implantando o 3-5-2.

Time-base
Lopes; Thiago Xavier, Scheidt e Rafael Marques; Ruy, Alê, Claiton, Zé Roberto e Júnior César; Reinaldo e Dodô. Técnico: Cuca
Mudanças
O volante Alê e o meia Capixaba são as novidades. Principal esperança do torcedor alvinegro, o atacante Dodô rejeitou oferta do exterior e continua.
Colocação: 16º, com 10 pontos
CORINTHIANS
O que fez na parada?
O técnico Geninho utilizou o período de recesso para tentar recuperar o moral dos seus jogadores, que ficou abalado depois da eliminação na Libertadores, e, agora, quer fugir do rebaixamento.

Time-base
Sílvio Luiz; Edson, André Leone, Sebá Dominguez e Gustavo Nery; Mascherano, Marcelo Mattos, Roger e Ricardinho; Tevez e Nilmar. Técnico: Geninho
Mudanças
André Leone, Paulo Almeida e Ramon chegaram ao Parque São Jorge, mas os torcedores comemoraram mesmo o fato de Nilmar continuar na equipe.
Colocação: 18º, com 9 pontos
CRUZEIRO
O que fez na parada?
O técnico PC Gusmão aproveitou para recuperar o condicionamento físico dos jogadores e trabalhar também técnica e taticamente o time, que tem como motivação se manter na liderança.

Time-base
Fábio; Jonathan, Edu Dracena, Thiago Heleno e Júlio César; Jonílson, Martinez, Leandro Bomfim e Wagner; Alecsandro e Gil. Técnico: PC Gusmão
Mudanças
Geovanni voltou ao clube, enquanto Élson foi contratado junto ao Stuttgart. Os zagueiros Moisés e André Leone foram embora, mas Gladstone retorna.
Colocação: 1º, com 21 pontos
FIGUEIRENSE
O que fez na parada?
O time sofreu uma baixa contundente. O treinador Adílson Batista foi para o Jubilo Iwata, do Japão. Para o seu lugar, entrou Waldemar Lemos, que comandou o Flamengo neste ano.

Time-base
Andrey; Flávio, Chicão, Tiago Prado e Fininho; Rodrigo Souto, Carlos Alberto, Fernandes e Rodrigo Paulista; Diego e Schwenck. Técnico: W. Lemos
Mudanças
Rodrigo Paulista e Diego, ambos do Internacional, chegaram ao clube e já têm vaga garantida no time titular. O meio-campo é principal setor do time.
Colocação: 8º, com 15 pontos
FLAMENGO
O que fez na parada?
Há menos de dois meses no Fla, o técnico Ney Franco aproveitou para conhecer melhor o elenco, implantar sua filosofia de jogo. A equipe vai pensar 1º na final da Copa do Brasil.

Time-base
Diego; Leonardo Moura, Ronaldo Angelim, Renato Silva e Juan; Jônatas, Renato, Toró e Renato Augusto; Sávio e Luizão. Técnico: Ney Franco
Mudanças
Depois de nove anos longe, o atacante Sávio está de volta à Gávea. A estréia, porém só vai acontecer em agosto. O ídolo deve formar ataque com Luizão.
Colocação: 10º, com 14 pontos
FLUMINENSE
O que fez na parada?
Após 11 dias de férias, o elenco do Flu treinou forte no Rio de Janeiro e ainda em Joinville sob orientação do técnico Oswaldo de Oliveira, que quer manter o bom momento do time no torneio.

Time-base
Fernando Henrique; Thiago Silva, Gabriel Santos e Roger; Rogério, Marcão, Arouca, Petkovic e Marcelo; Lenny e Tuta. Técnico: Oswaldo de Oliveira
Mudanças
O Flu não contratou ninguém e ainda negociou Magrão com o Sport. Sem reforços, Oswaldo aposta da força do time e no futebol do meia Petkovic.
Colocação: 4º, com 19 pontos
FORTALEZA
O que fez na parada?
A diretoria aproveitou para reformular o elenco. Além de Márcio Bittencourt, 13 jogadores deixaram o clube. O técnico Hélio dos Anjos chegou e trabalhou com dez reforços para tentar escapar.

Time-base
Márcio; Ivan, Emerson, Gláuber e André Cunha; Wendel, Ramalho, Mazinho Lima e Jorge Mutt; Nunes e Finazzi. Técnico: Hélio dos Anjos
Mudanças
Entre os reforços estão Lúcio, Wendel, Jorge Mutt, Ramalho e Osmar. Foram embora: Galeano, Maurílio, Maisena, Preto Casagrande e outros 9 atletas.
Colocação: 17º, com 10 pontos
GRÊMIO
O que fez na parada?
O Grêmio aproveitou para treinar forte e fazer jogos-treinos. Sofreu para vencer Camboriuense, ficou no empate com a Ulbra e perdeu para o mesmo adversário por 3 x 0, no Olímpico.

Time-base
Galatto; Alessandro, Maidana, William e Wellington; Lucas, Sandro Goiano, Tcheco, Ramón e Hugo; Herrera. Técnico: Mano Menezes
Mudanças
O único reforço foi o atacante Rômulo, ex-Ituano, que, neste reinício, ficará na reserva. Em compensação, perdeu meia Marcelo Costa para o Palmeiras.
Colocação: 9º, com 15 pontos
GOIÁS
O que fez na parada?
O lema do Goiás durante a paralisação da Copa do Mundo foi não mudar nada para mudar muito. O técnico Antônio Lopes preferiu manter (e acertar) o time que iniciou este Brasileirão.

Time-base
Harlei; Leonardo, Rogério Corrêa e Júlio Santos; Cléber, Danilo Portugal, Fabiano, Romerito e Jadílson; Welliton e Souza. Técnico: Antônio Lopes
Mudanças
O clube contratou dois jogadores – o atacante Johnson e o meia Ricardinho. O segundo, contudo, sofreu uma lesão e só vai poder jogar no ano que vem.
Colocação: 6º, com 17 pontos
INTERNACIONAL
O que fez na parada?
O técnico Abel Braga aproveitou para colocar em prática um novo sistema de treinos importado de Portugal: agora, cada coletivo é disputado como um jogo oficial. Será que dá resultado?

Time-base
Clemer; Elder Granja, Bolívar, Fabiano Eller e Jorge Wagner; Edinho, Fabinho, Tinga e Alex; Fernandão e Rafael Sobis. Técnico: Abel Braga
Mudanças
Apesar do assédio, o Inter não vendeu ninguém, assim como não comprou. O único acréscimo foi o lateral-esquerdo, Ramon, 18 anos, da equipe Sub-20.
Colocação: 2º, com 21 pontos
JUVENTUDE
O que fez na parada?
O técnico Ivo Wortmann chegou ao clube e tratou de treinar jogadas de bola parada, em especial cobranças de faltas. Christian, ficou decidido, será o único atacante no sistema 3-6-1.

Time-base
André; Fabrício, Fábio Ferreira e Igor; Raulen, Walker, Renan, Alexandre, Marcel e Zé Rodolpho; Christian. Técnico: Ivo Wortmann
Mudanças
A novidade no elenco do Juventude é o meia Alexandre, que estava atuando pelo Marília. A segurança do veterano goleiro André é ponto forte da equipe.
Colocação: 11º, com 14 pontos
PALMEIRAS
O que fez na parada?
Tite aproveitou para implantar um novo esquema tático, com apenas um atacante. O 3-6-1 foi muito elogiado pelo time, que está mais seguro e confia nele para fugir da degola.

Time-base
Marcos, Daniel, Nen (Alceu) e Dininho; Paulo Baier, Marcinho Guerreiro, Valdívia, Juninho, Marcinho e Michael; Edmundo. Técnico: Tite
Mudanças
A diretoria contratou Dininho, Valdívia, Marcelo Costa e Rosembrick. O volante Marcinho Guerreiro também não foi para o Olympique de Marselha e ficou.
Colocação: 19º, com quatro pontos
PARANÁ
O que fez na parada?
O técnico Caio Júnior aproveitou para treinar forte e entrosar mais seu time. O clube sonha em se manter entre os primeiros colocados e obter uma vaga na Copa Sul-Americana de 2007.

Time-base
Flávio; Edmilson, Gustavo e Neguette; Angelo, Beto, Batista, Maicosuel, Sandro e Edinho; Leonardo. Técnico: Caio Júnior
Mudanças
O volante Pierre, que jogou o Paulista deste ano pelo Ituano, foi contratado e é novidade para segundo semestre. O goleiro Flávio é o alicerce da equipe.
Colocação: 7º, com 15 pontos
PONTE PRETA
O que fez na parada?
O técnico Marco Aurélio chegou ao clube para melhorar a campanha da equipe e, para isso, dispensou alguns jogadores e optou por uma formação mais defensiva, com só um atacante.

Time-base
Jean; Tiago Mathias, Preto e Luís Carlos; Nei, Carlinhos, Ricardo Conceição, Danilo, Almir e Iran; Tuto. Técnico: Marco Aurélio
Mudanças
O único reforço contratado pela Ponte foi o atacante Daniel, do Remo. Entre os jogadores que foram embora está Adauto. Jean segue como o destaque.
Colocação: 12º, com 14 pontos
SANTA CRUZ
O que fez na parada?
O lanterna do Brasileiro aproveitou para realizar uma reformulação e dispensou dez jogadores. Onze foram contratados e Maurício Simões ocupou o lugar do técnico Valdir Espinosa.

Time-base
Juninho; Jamesson, Valença, Sidraílson e Xavier; Neto, Bruno Lança, Junior Maranhão e Tiano; Mirandinha e César. Técnico: Maurício Simões
Mudanças
Wilson Surubim, Edson Di, Edson Pelé e Márcio Mexirica chegaram, enquanto Alex Oliveira, Val Baiano, Rosembrick e Thiago Gentil deixaram o clube.
Colocação: 20º, com três pontos
SANTOS
O que fez na parada?
Para tentar alcançar o topo da tabela, Luxemburgo revitalizou o 3-5-2, trunfo da conquista do Paulista neste ano, e aposta em um grupo mesclado entre jovens e veteranos para obter sucesso.

Time-base
Fábio Costa; Manzur, Luiz Alberto e Domingos; Dênis, Maldonado, Santana, Tabata e Kléber; Reinaldo e Rodrigo Tiuí. Técnico: Luxemburgo
Mudanças
A diretoria não contratou reforços, mas conseguiu segurar o ala Kléber na Vila. Fabinho foi embora para o Toulouse, assim como Magnum, Gilmar e Galvão.
Colocação: 5º, com 18 pontos
SÃO CAETANO
O que fez na parada?
O recesso serviu para o São Caetano contratar o técnico Emerson Leão, que já trabalhou forte com o grupo e quer colocar o o time em uma situação mais tranqüila no Campeonato Brasileiro.

Time-base
Mauro; Neto Gaúcho, Thiago e Cléber; Anderson Lima, Rafael Mussamba, Marabá, Leandro Lima e Triguinho; Marcelinho e Tardelli. Técnico: Leão
Mudanças
A principal novidade foi Emerson Leão, mas o técnico não chegou sozinho. Já pediu, e o clube contratou o atacante Diego Tardelli, que foi bem com ele.
Colocação: 15º, com 11 pontos
SÃO PAULO
O que fez na parada?
O técnico Muricy Ramalho aproveitou para treinar e testar o 4-4-2. Porém, o São Paulo deve mesmo continuar com três zagueiros para tentar o título do Brasileiro, que não vem desde 1991.

Time-base
Rogério Ceni; Fabão, Diego Lugano e André Dias; Reasco, Mineiro, Josué, Danilo e Júnior; Thiago e Ricardo Oliveira. Técnico: Muricy Ramalho
Mudanças
O São Paulo não perdeu ninguém e ainda contratou os laterais Reasco e Ilsinho para único setor ainda carente. Ricardo Oliveira deve sair em agosto.
Colocação: 3º, com 20 pontos
VASCO
O que fez na parada?
O técnico Renato Gaúcho procurou dar entrosamento aos jogadores que vão jogar na final da Copa do Brasil, contra o Fla, e o Brasileiro acabou ficando em segundo plano no período do recesso.

Time-base
Cássio; Wagner Diniz, Fábio Braz, Jorge Luiz e Diego; Yves, Andrade, Ramon e Morais; Valdiram e Edílson. Técnico: Renato Gaúcho
Mudanças
A equipe se reforçou com o retorno de Coutinho, que estava emprestado ao Estrela Amadora, de Portugal, e ainda com o volante Amaral, ex-Paulista.
Colocação: 14º, com 13 pontos