PUBLICIDADE
Topo

Rayssa Leal trouxe uma conquista muito grande para as mulheres, diz Thaís Gazarra

Do UOL, em São Paulo

26/07/2021 12h47

A conquista da medalha de prata pela skatista Rayssa Leal no street emocionou Thaís Gazarra, que também é skatista e destacou a importância do resultado para o skate brasileiro e também para as mulheres, citando a dificuldade que elas têm com premiações diferentes e até as mensagens ofensivas que elas recebem.

Em sua participação no programa UOL News Olimpíadas, Gazarra explica como foi fazer um trabalho de conclusão de curso no qual conviveu com Rayssa Leal e outras mulheres do esporte, ressaltando o orgulho pelo que a maranhense de apenas 13 anos conseguiu fazer.

"Tudo isso o que está acontecendo é uma emoção muito grande, eu fico realmente emocionada, porque foram muitas coisas que as meninas passam, desde receber premiação quatro vezes menor, até de receber palavras ruins mesmo de outras pessoas, comentários ruins e a gente vê hoje que o skate é aceito por todas as pessoas, que ele é aceito pelo Brasil, ele é realmente muito feliz assim", afirma Gazarra.

"Eu fico muito contente mesmo e emocionada, ontem eu chorei um monte também, porque a gente vive essa história no dia a dia, a gente vive essa história na nossa realidade e eu espero que as meninas possam se sentir à vontade na pista, elas possam se sentir confiantes. A Rayssa, ela trouxe uma medalha que é uma grande conquista para o Brasil, mas ela trouxe uma conquista muito grande para as mulheres também e para as mulheres que fazem parte de ambientes que são masculinizados, então é uma conquista gigante em vários sentidos", completa.

A skatista afirma que a medalha de prata de Rayssa pode ser um incentivo para que mais meninas possam querer praticar o skate e sair em busca dos mesmos objetivos.

"É uma realidade que está sendo transformada, vão surgir mais pistas, vão surgir mais mulheres skatistas e eu fico muito orgulhosa de estar acompanhando essa história tão de pertinho, é uma delícia poder lidar com todas essas novas realidades que estão por vir", conclui.