PUBLICIDADE
Topo

Juca Kfouri: É mais gostoso ver a seleção do Jardine do que a do Tite

Do UOL, em São Paulo

25/07/2021 13h50

A seleção brasileira masculina não saiu de um empate em 0 a 0 com a Costa do Marfim, nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em jogo no qual teve a expulsão do volante Douglas Luiz logo aos 14 do primeiro tempo, mas ficou em boas condições para se classificar, já que terá no próximo jogo a Arábia Saudita.

Em sua participação no programa UOL News Olimpíadas, Juca Kfouri analisa o jogo e afirma que o problema da seleção brasileira é a quantidade de oportunidades perdidas no ataque, mas considera o time de André Jardine mais agradável de se ver do que a seleção principal do técnico Tite.

"Se você considerar que o Brasil jogou desde os 15 minutos do primeiro tempo com dez jogadores e vinha de uma boa vitória contra a Alemanha, esse empate praticamente garantiu a classificação, porque o próximo adversário é a Arábia Saudita, que dos quatro é o mais fraco, então dá para ficar otimista", diz Juca.

"A seleção brasileira perde muitos gols, esse que é o problema. Cria, cria, é muito gostoso ver essa seleção do André Jardine. Eu te diria que é mais gostoso do que ver a seleção principal do Tite. Aliás, como a seleção feminina também é melhor ver a seleção feminina do que ver a seleção principal do Brasil, mas enfim, não foi o resultado que a gente esperava, mas também não foi uma catástrofe", conclui.