UOL Olimpíadas
BUSCA




RECEBA O BOLETIM
UOL ESPORTE
 

 
28/09/2004 - 15h30
Sem festa e alarde, cerimônia encerra as Paraolimpíadas

Lello Lopes*
Enviado especial do UOL
Em Atenas (Grécia)

O clima de festa deu lugar ao silêncio e à emoção. Assim, sem pirotecnia nem alarde, foi a cerimônia de encerramento dos Jogos Paraolímpícos de Atenas, que marcou o fim da competição nesta terça-feira.

AFP 
Festa evita exageros em homenagem a vítimas de acidente; veja álbum de fotos
Toda a celebração programada para acontecer foi cancelada depois que um acidente automobilístico com um ônibus escolar, que estava a caminho de Atenas para acompanhar a reta final dos Jogos, vitimou sete crianças e deixou mais de 30 feridas.

Após o acidente, o Comitê Organizador preferiu abdicar de toda a festa programada para encerrar os Jogos e fez uma cerimônia simples, cumprindo basicamente a seqüência protocolar.

O momento mais emocionante da cerimônia aconteceu logo no seu início, quando foi pedido um minuto de silêncio em homenagem às crianças vítimas do acidente. Um silêncio sepulcral e comovente tomou conta do Estádio Olímpico de Atenas.

Tudo aconteceu de forma muito simples. A entrada das bandeiras dos países participantes precedeu ao desfile dos atletas, que entraram no Estádio de forma empolgada, mas longe da animação da festa de abertura.

Outro momento marcante aconteceu quando o telão mostrou imagens dos Jogos, durante competições e entregas de medalhas de todos os esportes.

AFP 
Música e dança chinesa preparam o clima para Pequim, sede dos Jogos em 2008
Houve o hasteamento da nova bandeira paraolímpica, que conta com três anéis, representando "mente, corpo e espírito". Também houve a passagem da bandeira para Pequim, sede da próxima competição, em 2008.

Em meio a luzes vermelhas e douradas, uma apresentação de música e dança típicas chinesas, já preparando o clima para as próximas Paraolimpíadas.

Em seguida, a cerimônia chegou ao seu final com uma contagem regressiva. Ao chegar ao "zero", a pira olímpica se apagou, dando fim aos Jogos.

O Brasil realizou em Atenas sua melhor campanha na história dos Jogos Paraolímpicos. Foram 14 medalhas de ouro, 12 de prata e 7 de bronze, em um total de 33 medalhas, superando a campanha de 1984, em Nova York e Stoke Mandeville, quando o país conquistou 7 ouro, 17 pratas e 4 bronzes, totalizando 28.

* O jornalista Lello Lopes viaja a Atenas a convite do Comitê Paraolímpico Brasileiro

Veja também



22/11/2004
10h36 - WADA tem orçamento acrescido em US$ 1,47 milhão

19/11/2004
20h13 - Brasileiro fica em 25º no Mundial de luge e soma ponto para Turim

18/11/2004
13h22 - Polícia faz diligência em empresa responsável por Turim-2006

12/11/2004
19h31 - COB anuncia indicados ao Melhor Atleta do Ano

10h20 - Jogos de Atenas custaram mais de 9 bilhões de euros à Grécia

05/11/2004
08h59 - Chineses adotam data "da sorte" para abertura dos Jogos de 2008

04/11/2004
14h38 - Presidente de comitê dos Jogos de Turim vai pedir demissão

13h51 - Putin recebe no Kremlin 182 medalhistas russos em Atenas 2004

09h06 - Barcelona ajudará candidatura de Madri às Olimpíadas de 2012

02/11/2004
10h09 - Governo dará a Paris 2,5 bilhões de euros para campanha olímpica

Mais notícias