UOL Olimpíadas
BUSCA




RECEBA O BOLETIM
UOL ESPORTE
 

 
23/08/2004 - 12h24
China bate Sérvia e elimina os campeões mundiais

Da Redação
Em São Paulo

AFP 
Yao Ming, 2,25 m, marcou 27 pontos contra a Sérvia; veja álbum
A China está nas quartas-de-final das Olimpíadas de Atenas e os atuais campeões mundiais, Sérvia e Montenegro, não. Nesta segunda-feira, liderados pelo gigante Yao Ming, os chineses venceram por 67 a 66 e eliminaram a Sérvia.

Com a vitória, a China chegou a sete pontos no grupo A, terminando na quarta posição (o time pode ficar com os mesmos pontos que a Itália, mas perde no desempate). A Sérvia terminou em quinto, com seis pontos e apenas uma vitória na competição, contra a Itália.

O grande personagem da partida foi Yao Ming, com 27 pontos. Ele fez quatro dos últimos seis pontos de seu time na partida, em lances livres. O pivô, de 2,25 m, também foi fundamental no lance que definiu o jogo.

Com 20 segundos para o final e dois pontos atrás no placar, os sérvios jogaram a bola para sua maior estrela, o ala Dejan Bodiroga. O jogador, marcado por Ming, não conseguiu espaço para virar o jogo com um arremesso de três. Deu dois passos para dentro do garrafão, ainda marcado pelo gigante, e chutou, a três segundos do final. A bola bateu no aro e caiu na mão do chinês Du Feng.

Feng levou falta e converteu seus dois lances livres, deixando a China com quatro pontos de vantagem. A um segundo do final, o armador Milos Vujanic ainda acertou uma bola de três, deixando a Sérvia um ponto atrás.

A eliminação da Sérvia é mais uma das muitas surpresas que o basquete masculino já teve em Atenas. A primeira foi com os Estados Unidos, que logo na primeira rodada perderam para Porto Rico. Os americanos ainda foram derrotados pela Lituânia, na quarta rodada.

Outras zebras foram as derrotas da Sérvia para Nova Zelândia e Espanha, antes. Todas elas, incluindo a de estréia, contra os vice-campeões mundiais da Argentina, foram por diferenças baixas e pontos nos últimos segundos. A única exceção foi a derrota para os espanhóis.

Para os Jogos Olímpicos, Obradovic teve vários problemas para montar a seleção. Vários atletas, principalmente da NBA, alegaram lesões para não ir às Olimpíadas. Para completar, seus dois principais jogadores, o ala Peja Stojakovic e o pivô Vlade Divac se recusaram a jogar. O primeiro preferiu servir ao Exército, para completar os procedimentos para se tornar cidadão grego (mas continuará a defender a seleção sérvia). O segundo se recusou a voltar da aposentadoria da seleção.

Veja também



22/11/2004
10h36 - WADA tem orçamento acrescido em US$ 1,47 milhão

19/11/2004
20h13 - Brasileiro fica em 25º no Mundial de luge e soma ponto para Turim

18/11/2004
13h22 - Polícia faz diligência em empresa responsável por Turim-2006

12/11/2004
19h31 - COB anuncia indicados ao Melhor Atleta do Ano

10h20 - Jogos de Atenas custaram mais de 9 bilhões de euros à Grécia

05/11/2004
08h59 - Chineses adotam data "da sorte" para abertura dos Jogos de 2008

04/11/2004
14h38 - Presidente de comitê dos Jogos de Turim vai pedir demissão

13h51 - Putin recebe no Kremlin 182 medalhistas russos em Atenas 2004

09h06 - Barcelona ajudará candidatura de Madri às Olimpíadas de 2012

02/11/2004
10h09 - Governo dará a Paris 2,5 bilhões de euros para campanha olímpica

Mais notícias