UOL Olimpíadas
BUSCA




RECEBA O BOLETIM
UOL ESPORTE
 

 
15/08/2004 - 16h36
Brasil coloca duas ginastas na final individual, mas falha por equipes

Murilo Garavello
Enviado especial do UOL
Em Atenas (Grécia)

O Brasil conseguiu neste domingo colocar duas atletas na final da ginástica artística feminina nos Jogos Olímpicos de Atenas. Daniele Hypólito e Camila Comin ficaram entre as primeiras colocadas e vão lutar por medalha na disputa geral (que inclui os quatro aparelhos: solo, barras assimétricas, trave e salto sobre o cavalo) na próxima quinta-feira.

Folha Imagem 
Daniele Hypólito aguarda nota
Nas finais por aparelhos, a única representante será Daiane dos Santos, no solo. Por equipes, o Brasil terminou em nono lugar e ficou fora da disputa.

Esta é a primeira vez que o Brasil coloca duas ginastas na final olímpica. Luísa Parente foi a primeira atleta do país a ir a uma decisão, em Seul-1988. Em Sydney-2000, Daniele Hypólito repetiu o feito, terminando o Olimpíada em 20º lugar. Na Austrália, Camila Comin fez a sua estréia nos Jogos, ficando na 49ª colocação.

Na fase eliminatória em Atenas, Daniele Hypólito ficou em 16º lugar, com 37.087 pontos. Já Camila Comin foi a 26ª, com 36.411 pontos. Classificaram-se para a final as 24 primeiras colocadas, com a condição de, no máximo, duas atletas por país. A melhor ginasta do dia foi a norte-americana Carly Patterson, com 38.337 pontos.

Apesar do bom desempenho de Daniele e Camila, o Brasil não atingiu um dos seus objetivos em Atenas: a final por equipes. E foi por pouco. As brasileiras somaram 147.345 pontos, contra 147.419 da Austrália, oitava e última classificada. A Romênia foi a melhor do dia, com 152.436 pontos. EUA, China, Rússia, Ucrânia, França e Espanha também garantiram vaga na decisão.

Daniele Hypólito e Camila Comin tiveram tardes inspiradas. A primeira fez a sua melhor apresentação nas barras assimétricas, tirando 9.575 pontos, o que lhe garantiu a 14ª colocação. O resultado quase colocou a brasileira na final do aparelho, uma vez que a última vaga na decisão ficou com Pyon Kwang Sun, da Coréia do Norte, que obteve 9.600 pontos.

"Eu estou muito feliz. Não só pelo meu resultado, mas também pelo resultado da Dai (Daiane dos Santos), que é uma grande conquista, e pela nossa equipe também", disse Daniele.

Veja também




22/11/2004
10h36 - WADA tem orçamento acrescido em US$ 1,47 milhão

19/11/2004
20h13 - Brasileiro fica em 25º no Mundial de luge e soma ponto para Turim

18/11/2004
13h22 - Polícia faz diligência em empresa responsável por Turim-2006

12/11/2004
19h31 - COB anuncia indicados ao Melhor Atleta do Ano

10h20 - Jogos de Atenas custaram mais de 9 bilhões de euros à Grécia

05/11/2004
08h59 - Chineses adotam data "da sorte" para abertura dos Jogos de 2008

04/11/2004
14h38 - Presidente de comitê dos Jogos de Turim vai pedir demissão

13h51 - Putin recebe no Kremlin 182 medalhistas russos em Atenas 2004

09h06 - Barcelona ajudará candidatura de Madri às Olimpíadas de 2012

02/11/2004
10h09 - Governo dará a Paris 2,5 bilhões de euros para campanha olímpica

Mais notícias