PUBLICIDADE
Topo

Canadá encerra jejum, vence os EUA e vai à final no futebol feminino

Jogadoras do Canadá comemoram gol de Jessie Fleming contra os Estados Unidos - Mike Segar/Reuters
Jogadoras do Canadá comemoram gol de Jessie Fleming contra os Estados Unidos Imagem: Mike Segar/Reuters

02/08/2021 07h13

A história está escrita! Após eliminar o Brasil nas quartas de final do futebol feminino olímpico, o Canadá derrotou os Estados Unidos por 1 a 0 nesta segunda-feira (20), acabou com um jejum que durava 20 anos sem vencer as americanas e está classificado para a sua primeira final em Jogos Olímpicos desde 1996, ano em que a modalidade estreou.

Após sofrer forte pressão, o Canadá confirmou o triunfo com gol de pênalti de Jessie Fleming.

Jogo sonolento

No primeiro tempo, o jogo foi muito travado no meio campo, e as equipes não conseguiam desenvolver jogadas ofensivas perigosas. Os primeiros 45 minutos terminaram sem finalizações em direção ao gol, embora os Estados Unidos tenham ensaiado uma pressão nos acréscimos, mas sem sucesso.

Que sufoco!

No segundo tempo, os Estados Unidos promoveram algumas substituições que surtiram efeito. Aos 19 minutos, Lloyd foi acionada pelo lado esquerdo da área e finalizou para ótima defesa de Labbé. Aos 22, Ertz aproveitou escanteio e cabeceou com força para outra ótima intervenção da goleira. Aos 25, Press encontrou espaço de fora da área e finalizou ao gol, mas sem força.

Primeira final olímpica

Em uma escapada aos 30 minutos, Deanne Rose sofreu pênalti para o Canadá, confirmando após a árbitra receber auxílio do VAR. Fleming converteu a cobrança e inaugurou o marcador. Os Estados Unidos voltaram a pressionar, Lloyd cabeceou uma bola na trave no fim da partida, mas não foi suficiente para evitar a eliminação.