PUBLICIDADE
Topo

Solado de chuteira descola com o calor em treino da seleção de futebol de 5

Solado da chuteira de Jefinho descolou durante treino da seleção de futebol de 5 para as Paralimpíadas - Reprodução/Twitter
Solado da chuteira de Jefinho descolou durante treino da seleção de futebol de 5 para as Paralimpíadas Imagem: Reprodução/Twitter

Da Agência Brasil

12/08/2021 13h06

A seleção brasileira de futebol de 5 terá um desafio a mais na busca do pentacampeonato nas Paralimpíadas de Tóquio: o calor em campo a céu aberto, em torno dos 32 graus, às 11h, horário local das três partidas da primeira fase da competição. A equipe, acostumada a jogar em quadra fechada no CTP (Centro de Treinamento Paralímpico), em São Paulo, participou do primeiro treino na manhã de hoje, com direito a solado descolando da chuteira.

O CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro) postou um vídeo nas redes sociais que mostra o solado da chuteira de Jefinho descolando durante o treino.

"Nosso grupo é bem difícil, as equipes são muito qualificadas, os horários são complicados, porque jogar três dias consecutivos às 11h da manhã vai ser muito desgastante. Estamos nos preparando porque vamos encarar este calor extremo, mas será assim para as duas equipes. A gente vai precisar estar pronto para entrar em campo e colocar em prática o que treinamos", disse o camisa 10 Ricardinho.

O primeiro duelo do Brasil será contra a China, no dia 28 de agosto, às 23h (horário de Brasília), na quadra de grama sintética do Parque Esportivo de Naomi, na capital japonesa. A seleção está no Grupo A, que tem ainda Japão e França. O grupo B reúne Argentina (bronze nas Paralimpíadas Rio-2016), Marrocos, Espanha e Tailândia. As equipes se enfrentam dentro das próprias chaves, e os dois melhores avançam às semifinais

A condição climática preocupa o técnico Fábio Vasconcelos, embora a equipe tenha competido a céu aberto em duas das três últimas competições internacionais: os Jogos Pan-Americanos de Lima (Peru) em 2019 e o Campeonato Mundial em 2018, em Madri (Espanha).

"Eu, particularmente, acho desumano impor a um atleta profissional, como nosso grupo é profissional, e para o nível que o futebol de cinco no mundo se encontra atualmente, ter jogos neste horário durante o verão", criticou Fábio Vasconcelos.

A competição de futebol de 5 ocorrerá de 29 de agosto a 4 de setembro.